Ibovespa sobe nesta segunda (21) e volta a superar os 129 mil pontos

Investidores seguem repercutindo decisão dos bancos centrais do Brasil e dos Estados Unidos na última quarta-feira (16)

0

O Ibovespa começou a semana em alta de 0,67%, encerrando o pregão aos 129.265 pontos. O avanço impulsionou a valorização do índice em junho, que chegou a 2,42%, e na parcial de 2021, que está em 8,61%. Assim, o Ibovespa volta a superar a marca dos 129 mil pontos, após encerrar a semana passada nos 128 mil pontos.

Em resumo, os investidores seguiram repercutindo as decisões dos bancos centrais do Brasil e dos Estados Unidos na última semana. A saber, o Federal Reserve (Fed), banco central americano, decidiu manter os juros estáveis entre 0% e 0,25%, mas antecipou suas estimativas para a elevação das taxas.

Isso preocupou diversos investidores, que temem novas antecipações do banco. A elevação dos juros não beneficia quem aposta em renda variável, por isso os operadores torcem para que a alta dos juros demore ainda mais para acontecer.

Ao mesmo tempo, o Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central (BC) elevou a Selic, taxa básica de juros do Brasil, de 3,5% para 4,25%. O que provocou essa disparada foi a inflação do país, que segue nas alturas. Aliás, os economistas apontam para uma Selic em 6,5% ao ano até o final de 2021.

60 das 84 ações do Ibovespa sobem nesta segunda

Com estas notícias exercendo os maiores impactos no pregão de hoje, o Ibovespa conseguiu encerrar o dia no azul. 60 das 84 ações que compõem a carteira do índice registraram ganhos nesta segunda. Ao todo, entre compras e vendas, movimentaram R$ 19,5 bilhões, taxa bem inferior à média diária de 2021, de R$ 25 bilhões.

Isso aconteceu porque os investidores seguem esperando por maiores novidades programadas para os próximos dias. O apetite de risco até se sobressaiu na sessão, mas o baixo volume movimentado mostrou que menos operadores estavam dispostos a realizarem alguma movimentação hoje.

Entre os avanços do dia, os mais expressivos vieram de: GPA ON (7,80%), CVC ON (5,06%), Cogna ON (4,60%), Via Varejo ON (3,69%) e Eletrobras PNB (3,73%). Vale destacar que os papéis da Eletrobras tiveram mais um dia de forte alta, com investidores de olho em Brasília na votação sobre a privatização da estatal.

Por fim, do lado de baixo da tabela, as quedas mais acentuadas, entre as poucas do dia, foram de: NotreDame Intermédica ON (-2,24%), Carrefour Brasil ON (-1,83%), Energias do Brasil ON (-1,77%), Cemig PN (-1,73%) e B3 ON (-1,73%). Nesse caso, o destaque ficou para o setor elétrico. Em suma, o setor sofreu bastante pressão com a notícia da alta de 60% da tarifa da bandeira vermelha. A exceção ficou com a Eletrobras.

Leia Mais: Bitcoin afunda mais de 10% com ampliação da restrição da China

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.