Ibovespa sobe de novo, mas perde fôlego e não supera máxima de fechamento

O índice avançou 0,24% e está a pouco mais de 100 pontos do recorde

1

Já deixaram de ser novidade os ganhos do Ibovespa no fechamento das sessões. O principal índice acionário da bolsa brasileira, que chegou a amargar mais de 45% de perdas em março, no auge da pandemia da Covid-19, está há semanas seguindo de vento em popa. E nesta terça-feira, dia 29, não foi diferente.

O Ibovespa encerrou o pregão com alta de 0,24%, chegando aos 119.409,15 pontos. E olhe que a subida chegou a ser ainda mais expressiva. Durante a sessão, o índice alcançou os 119.860 pontos, maior nível já registrado em sua história, mas o fôlego diminuiu no decorrer do dia. Aliás, o Ibovespa ficou no vermelho por alguns momentos, mas recuperou os pontos perdidos e, agora, está a menos de 200 pontos da máxima de fechamento.

No cenário externo, o republicano Mitch McConnell, líder da maioria no Senado nos Estados Unidos, deu indicações de que irá dificultar a aprovação do aumento do seguro-desemprego. Em resumo, a Câmara dos Representantes dos EUA, com maioria democrata, aprovou um aumento de US$ 600 para US$ 2.000 do seguro-desemprego. No entanto, a mudança no valor vai elevar o pacote de ajuda de US$ 900 bilhões para US$ 1 trilhão. O problema disso é que não há consenso sobre o pagamento da conta. Ou seja, as bolsas americanas recuaram, puxando o Ibovespa pra baixo.

 

Veja as principais variações no Ibovespa

Hoje, novamente, o Ibovespa movimentou um valor bem abaixo da média alcançada nas três primeiras semanas de dezembro (R$ 23,7 bilhões). Em suma, o montante ficou em R$ 13,5 bilhões. Das 77 ações que compõem a carteira do índice, 52 registraram ganhos. As siderúrgicas registraram as maiores variações positivas do dia: CSN ON (5,15%) e Usiminas PNA (4,29%). Fechando o top cinco, ficaram: Intermédica ON (2,53%), Hapvida ON (2,51%) e PetroRio ON (2,43%).

Por fim, no lado de baixo do índice, as maiores perdas percentuais vieram de: Multiplan ON (-2,19%), Sabesp ON (-2,12%), B2W ON (-1,49%), BR Malls ON (-1,46%) e Iguatemi ON (-1,44%).

 

LEIA MAIS

População na força de trabalho cresce 3,4% de agosto a outubro, segundo IBGE

Rendimento médio real fica estável no trimestre encerrado em outubro, diz IBGE

Avalie o Artigo:

Sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.