Ibovespa opera em queda na sessão desta quarta-feira (13)

Cautela dita ritmo dos mercados, que aguardam definições nos Estados Unidos

0

O Ibovespa opera no vermelho nesta quarta-feira, dia 13. Em resumo, os investidores ligaram o sinal de alerta e estão evitando ativos de risco na sessão de hoje. E os principais motivos vêm dos Estados Unidos. Lá, congressistas estão analisando o segundo processo de impeachment do presidente Donald Trump, acusado de incitar à violência na invasão ao Capitólio na semana passada. No caos, cinco pessoas morreram e dezenas foram presas.

Ao mesmo tempo, muitos investidores estão aguardando notícias de mais estímulos por parte do governo americano. Nesse caso, o Federal Reserve, sistema de bancos centrais dos EUA, atualiza nas quartas a visão da autoridade monetária em relação à conjuntura econômica do país. A depender do resultado, haverá pistas sobre a possível redução do seu programa de compra de ativos. Ou seja, a ordem, até o momento, é esperar o desenrolar dessas situações.

 

Veja o que mais está puxando o Ibovespa para baixo

Por volta do meio-dia, o Ibovespa registrava queda de 1,39%, caindo para 122.274 pontos. Além das notícias vindas dos Estados Unidos, ações da Vale, que possuem grande peso na carteira do índice, e de siderúrgicas estão aproveitando o dia para realizar lucros. Isso acontece após as recentes altas, bastante expressivas, que seguiram a alta dos preços do minério de ferro. Aliás, na sessão de hoje, o minério está apresentando retração em seu valor, o que contribui para o recuo das ações de empresas ligadas ao commodity.

Além disso, a pandemia da Covid-19 continua afetando diretamente os mercados globais. De ontem para hoje, o mundo registrou o maior número diário de mortes desde o início da pandemia, em março do ano passado. Em suma, houve 17.186 óbitos em 24 horas, um triste recorde. E os Estados Unidos, país com o maior número de casos e óbitos, puxou este resultado, com 4.327 mortes registradas em um único dia. A saber, este também é o recorde de óbitos nos EUA, o quarto dia de renovação de recorde, dos últimos oito dias, o que mostra o quanto a crise ainda está forte no país.

 

LEIA MAIS

Serviços avançam em 19 das 27 unidades da Federação, segundo IBGE

Bolsas da Europa fecham sessão sem direção única e perto da estabilidade

Leia Também:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.