Ibovespa fecha pregão com leve alta e volta aos 130 mil pontos

Inflação e pedidos de auxílio-desemprego nos EUA superam as projeções e influenciam Ibovespa nesta quinta (10)

0

O pregão desta quinta-feira (10) não trouxe muitos incentivos para os investidores comprarem ações. Por isso, o Ibovespa seguiu sem definição por boa parte do dia. Assim, fechou a sessão com leve alta de 0,13%, aos 130.076 pontos. A saber, o índice acumula ganhos de 3,06% em junho e de 9,29% em 2021.

Nesta quinta, o que prevaleceu foi a divulgação de dois dados dos Estados Unidos, um sobre inflação e outro em relação aos pedidos de auxílio-desemprego. A propósito, em ambos os casos, os dados superaram as projeções de analistas.

Em resumo, a inflação subiu 0,6% em maio, ficando abaixo da variação de abril (0,8%), mas acima das estimativas (0,4%). Agora, os Estados Unidos acumulam uma forte elevação de 5,0% de sua inflação, maior variação desde agosto de 2008.

Isso aumentou as preocupações de muitos investidores em relação ao Federal Reserve (Fed), banco central dos EUA. Em suma, a entidade pode modificar a política monetária praticada no país, elevando os juros e interrompendo os estímulos injetados na economia norte-americana.

Uma inflação elevada geralmente significa que o padrão de vida da população também segue mais alto. Por isso, o Fed pode alterar a política monetária, a fim de segurar a taxa da inflação nos EUA. E muitos investidores continuam achando que os estímulos do Fed acabarão antes do esperado.

Por outro lado, houve 376 mil novos pedidos de auxílio-desemprego nos EUA na semana passada. Esse valor superou as projeções de economistas (370 mil) e indicam que a recuperação do mercado de trabalho norte-americano não segue tão forte como o esperado. Isso foi suficiente para que os investidores mais otimistas continuem acreditando que o Fed seguirá com estímulos econômicos e juros baixos.

55 das 84 ações do Ibovespa sobem no dia

Ao mesmo tempo em que as notícias externas dominaram o pregão, o cenário doméstico também não saiu do radar dos investidores. Muitos deles também aguardam a definição da política monetária do Brasil, apontado para uma elevação da Selic, a taxa básica de juros do país, já na próxima semana.

Em meio a isso, a maioria dos papéis do Ibovespa subiu no dia. Em suma, 55 das 84 ações que compõem a carteira do índice encerraram o pregão desta quinta no azul. Entre compras e vendas, movimentaram R$ 19 bilhões, valor bem menor que a média diária de 2021, de R$ 25 bilhões.

No dia, os avanços mais expressivos vieram de: Embraer ON (15,61%), Locaweb ON (5,60%), Braskem PNA (4,26%), Carrefour Brasil ON (3,24%) e B2W ON (2,99%). O destaque do pregão ficou com a Embraer, cujos papéis dispararam após anunciar uma possível combinação de negócios da sua subsidiária Eve.

Por fim, do lado das quedas, as mais intensas foram de: Gol PN (-4,37%), Via Varejo ON (-3,45%), BR Distribuidora ON (-3,11%), B3 ON (-2,44%) e Cyrela ON (-2,42%). Nesse caso, os setores do varejo e da construção tiveram as maiores perdas, ainda refletindo a inflação mais alta, o que aumenta a chance de elevação dos juros.

Leia Mais: Dólar fecha pregão com leve recuo em meio a dados da inflação dos EUA

Veja Também:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.