Ibovespa encerra terceira semana seguida no azul, com alta de 1,26%

Eficácia de vacinas contra a Covid-19 continuam mantendo o otimismo em alta

0

O Ibovespa registrou alta de 1,26% no acumulado desta semana. Aliás, esta é a terceira taxa semanal positiva para o indicador, que subiu 7,42%, na primeira semana de novembro, e 3,76%, na segunda. Também vale lembrar que o Ibovespa já avançou 12,7% em novembro devido ao forte fluxo estrangeiro, que gerou uma entrada de R$ 25,7 bilhões na bolsa neste mês. Este é o maior nível da série de dados mensais desde 1995, ano em que teve início. 

Em suma, o otimismo dos mercados continuou forte graças aos avanços nos testes de vacinas contra a Covid-19. Ao mesmo tempo, a semana teve uma entrada recorde de investidores estrangeiros na bolsa brasileira, procurando por ações que ficaram mais baratas por conta da pandemia. Com isso, o Ibovespa continua apresentando variações semanais positivas, mas com visível desaceleração a cada levantamento semanal. 

 

Veja as maiores variações semanais do Ibovespa 

Apesar de o Ibovespa ter encerrado a sessão de hoje no vermelho, o otimismo prevaleceu na semana. Em resumo, a esperança em encontrar uma cura para a Covid-19 puxou as principais altas da semana na bolsa. Nesse sentido, as companhias aéreas Azul PN e Gol PN obtiveram os maiores avanços (19,48% e 13,09%, respectivamente). 

Na sequência, veio a CVC, com alta de 11,20% na semana. O top três é ocupado exclusivamente por empresas relacionadas a viagens e turismo, um dos setores mais atingidos pela pandemia. Em síntese, o distanciamento social, as regras para higienização e as determinações sobre a ocupação, tanto de aeronaves quanto de estabelecimentos alimentícios, reduziu as receitas dos mais variados segmentos deste setor. 

Por outro lado, as retrações mais expressivas vieram da Braskem PNA (-6,56%), Intermédica ON (-5,92%) e Natura ON (-5,39%), seguidas pela Multiplan ON (-4,59%) e Klabin units (-4,50%). 

 

Por fim, percebe-se que as variações positivas foram muito superiores às negativas, o que explica o terceiro avanço seguido do Ibovespa na semana. 

 

LEIA MAIS

Ibovespa cai nesta sexta (20), puxado pelo avanço da Covid-19 no mundo

Dólar tem forte alta nesta sexta (20) com receio sobre o cenário fiscal do Brasil

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.