Ibovespa cai nesta sexta (20), puxado pelo avanço da Covid-19 no mundo

Aumento nas infecções e mortes continua provocando cautela nos mercados

1

O Ibovespa recuou 0,59% nesta sexta-feira, dia 20, e encerrou a sessão aos 106.042,48 pontos. No entanto, a bolsa brasileira registrou alta de 1,26% no acumulado da semana. Aliás, o avanço em todo o mês de novembro é ainda maior, chegando a expressivos 12,7%, com altas em todas os fechamentos semanais do mês. 

As subidas registradas em novembro recuperaram parte da forte perda nos piores momentos da pandemia da Covid-19, entre março e abril. Dessa forma, o índice está bem próximo do nível apresentado antes da pandemia, quando encerrava as sessões sempre acima dos 110 mil pontos. Vale ressaltar que a bolsa brasileira teve o maior saldão global de ações do ano, proporcionado pela desvalorização de 34,32% do real em comparação com o dólar. 

A saber, o pregão desta sexta repercutiu a indicação do secretário do Tesouro dos Estados Unidos, Steven Mnuchin. Ele chegou a apontar que não irá agir para impedir a expiração de diversos programas de emergência do banco central americano, o Federal Reserve. Dessa forma, houve um mau humor generalizado no mercado, e a bolsa brasileira caiu. 

 

Gringos voltam a aparecer em peso no Ibovespa 

O resultado das eleições presidenciais nos EUA, com a vitória de Joe Biden, acabou com as incertezas dos investidores em relação a isso. Assim, as bolsas emergentes, que são as mais arriscadas, foram bastante beneficiadas. Em resumo, com a eleição do democrata, os investidores acreditam num pacote de estímulos fiscais mais robusto para a economia norte-americana, além de menos tensão entre os Estados Unidos e a China. Ou seja, ótimas notícias para quem pretende buscar ativos menos seguros. 

Ao mesmo tempo, os anúncios sobre a eficácia de vacinas contra a Covid-19 também provocam um sentimento de otimismo, que reflete o avanço nas movimentações financeiras na bolsa. E isso é bem lógico, visto que todos querem ver logo um fim para a maior crise mundial em 90 anos. 

No entanto, apesar do futuro otimista, o presente ainda continua bem desanimador. O aumento no número de infecções e mortes causadas pela Covid-19 vem batendo recordes no mês de novembro, atingindo praticamente todo o globo terrestre. E, mesmo com os resultados positivos das vacinas, não há ilusões sobre uma rápida aplicação em massa em mais de sete bilhões de pessoas. E, no caso do Brasil, a situação fica ainda mais complicada, pois os sinais de uma nova onda estão começando, mas ainda nem saímos da primeira. 

 

Por fim, vale mencionar que o Ibovespa movimentou, ao todo, R$ 16,8 bilhões nesta sexta-feira. Em suma, 54 das 77 ações presentes no índice caíram no dia. 

 

LEIA MAIS

Dólar tem forte alta nesta sexta (20) com receio sobre o cenário fiscal do Brasil

1 comentário
  1. […] Ibovespa cai nesta sexta (20), puxado pelo avanço da Covid-19 no mundo […]

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.