Ibovespa acumula crescimento semanal de 4,27% com cinco altas seguidas

No mês de novembro, o índice disparou 17,69%

1

O Ibovespa fechou a semana “invicto”. Ou seja, apresentou variação positiva em todos os dias, de segunda (23) à sexta-feira (27). O resultado dessa ótima performance é o avanço semanal de 4,27%. Aliás, em novembro, o crescimento é ainda mais expressivo, de 17,69%. E tudo isso vem acontecendo, principalmente, graças ao fluxo de investidores estrangeiros no Brasil. 

Em resumo, o principal índice acionário da bolsa brasileira subiu 0,32% na sessão de hoje. Apesar de tímida, a elevação manteve o Ibovespa acima dos 110 mil pontos, nível conquistado nesta semana, depois de nove meses. A saber, a pandemia da Covid-19 chegou a derrubar o índice em quase a metade deste patamar, para os 63 mil pontos, em março. 

No entanto, a recente eleição de Joe Biden à presidência dos Estados Unidos eliminou boa parte da incerteza global sobre o comando da maior economia do mundo. Ao mesmo tempo, os avanços em vacinas contra a Covid-19 vêm aumentando o otimismo na expectativa para o futuro. Dessa forma, os investidores internacionais recebem ganhos de coragem, adquirindo ativos mais baratos de economias emergentes, como o Brasil. 

 

Empresas de siderurgia lideram avanços na semana 

Em suma, das 77 ações que compõem a carteira do Ibovespa, 38 subiram e 39 caíram nesta sexta. Além disso, movimentaram R$ 21,9 bilhões na sessão de hoje. 

No acumulado semanal, as siderúrgicas Usiminas PNA e CSN ON lideraram o ranking, subindo 22,42% e 20,11%, respectivamente. E isso aconteceu devido ao aumento na demanda da indústria chinesa, somado às expectativas de um presidente norte-americano menos inclinado a impor tarifas para companhias do setor. 

Completando o top cinco, ficaram: PetroRio ON (19,76%), Bradespar PN (17,14%) e Vale ON (14,61%). Neste caso, vale ressaltar que a PetroRio seguiu o avanço do petróleo no exterior, além de ser beneficiada pelos planos de expansão da companhia. Já a Vale subiu em meio à alta do minério de ferro. 

 

Por outro lado, na ponta de baixo do Ibovespa, as empresas varejistas marcaram presença. GPA ON assumiu a lanterna na semana, ao acumular queda de 4,86%. Da mesma forma, as ações do Carrefour Brasil ON recuaram 4,81% numa semana marcada por protestos e pedidos de boicote. 

Por fim, fechando as cinco maiores quedas da semana, ficaram: Cogna ON (-4,49%), Weg ON (-3,75%) e Raia Drogasil ON. Em síntese, a empresa de educação, Cogna, vem sofrendo com evasão e inadimplência, provocados pela pandemia da Covid-19. Apesar da variação negativa na semana, a fabricante de equipamentos elétricos, Weg, registra um impressionante avanço de 123% no ano. 

 

LEIA MAIS

Índice de confiança da indústria atinge maior nível dos últimos dez anos

Índice de Preços ao Consumidor desacelera em novembro, segundo FGV

Leia Também:

1 comentário
  1. […] Ibovespa acumula crescimento semanal de 4,27% com cinco altas seguidas […]

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.