Homem tenta matar mulher, não consegue e comete suicídio na sequência

Quando chegaram no local, os policiais encontraram uma equipe médica socorrendo o casal. Ambos passaram por cirurgia, mas o homem não resistiu aos ferimentos e morreu

1

Um homem de 22 anos se matou logo após tentar cometer um feminicídio contra uma mulher de 31 anos. De acordo com a Polícia Militar (PM), o crime aconteceu em Santo André, na Grande São Paulo, na noite de ontem, sábado (26). Ainda segundo a corporação, os agentes militares foram acionados por vizinhos que presenciaram a confusão. Quando chegaram no local, os policiais encontraram uma equipe médica socorrendo o casal.

Leia também: Homem é preso duas vezes pela PRF em menos de 24h

Aos agentes, um vizinho revelou que ambos discutiam constantemente. No entanto, no sábado, um fato causou espanto: ele ouviu barulhos de tiros e, por isso, resolveu chamar a PM. Para a polícia, o homem tentou matar sua ex-companheira com uma arma de fogo e, em seguida, atirou em sua cabeça.

O casal foi socorrido e encaminhados ao hospital. Lá, eles passaram por uma cirurgia, mas o homem não resistiu e morreu. O estado de saúde da mulher não foi revelado. A arma de fogo usada no crime foi apreendida e foram solicitados exames para que o caso seja esclarecido. O caso foi registrado no 6º DP de Santo André.

Também em SP

Outro caso registrado na região de São Paulo, só que agora na capital, aconteceu neste domingo (27): dois homens foram encontrados baleados e mortos na Zona Norte da cidade. Os indivíduos ainda não foram identificados pela Secretaria da Segurança Pública (SSP) e nenhum suspeito pelos crimes foi identificado ou preso também.

Por meio de nota, divulgada neste domingo (27), a secretaria revelou que a Polícia Militar (PM) foi acionada para atender o caso. Chegando ao local, encontrou as vítimas caídas perto de um ‘escadão’, ambas sem documentos.

“O Samu [Serviço de Atendimento Móvel de Urgência] constatou o óbito no local e ambos apresentavam diversos ferimentos provocados por arma de fogo”, informa a SSP na nota.
O caso foi registrado no 72º Distrito Policial (DP) e está sendo investigado pelo Departamento Estadual de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP).

Avalie o Artigo:

Sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.