Homem preso por estupro sofre abuso sexual na cadeia

O homem teria sido dopado com medicamento dado por outros detentos

5

Um homem, preso por estupro, foi abusado sexualmente no Presídio Regional de Concórdia, no Oeste de Santa Catarina. De acordo com informações, o homem, que não teve a identidade revelada, teria sido dopado com medicamento dado por outros detentos. O caso está sendo investigado pela Polícia Civil.

Leia também: Coronavírus em Manaus ameaça com novo lockdown

Segundo o Departamento de Administração Prisional (Deap), a direção do presídio recebeu a denúncia de um interno de que este teria sido estuprado durante a noite.

“Imediatamente o detento foi levado à Delegacia de Polícia para registro de Boletim de Ocorrência. Logo após, o interno foi encaminhado ao IGP para exame de corpo de delito”, informou o órgão.

De acordo com o Deap, todas as medidas legais e periciais foram tomadas e um Inquérito Policial apura as circunstâncias e responsabilidades sobre a denúncia.

Avalie o Artigo:
5 Comentários
  1. Venilma Leles Santos Diz

    Quero saber quando haverá Pena de morte no Brasil. Pelo amor de Deus, a criminalidade tá demais!!!!
    Nós cidadãos pagamos alimentação, água, luz, internet , médicos pra esses vagabundos ficarem rindo da nossa cara

  2. Cansada Diz

    Agora ele sabe o que é bom pra tosse! Estuprador tem ser estuprado mesmo.

  3. Joquebede Silva Araújo Diz

    Por favor! Instalando agora no meu PC.. Comprei e paguei dia. 18 de setembro O antivírus vlr 60,00.p

  4. Gorete Diz

    Todo estuprador deveria ser estuprado msm bando de miseráveis , desgraçados muitos estupram crianças inocentes na realidade deveriam era morrer todos, odeio esses malditos

  5. Erika Diz

    Entendo sua indignação, mas nosso país não tem inteligente ou talvez vontade de investigar crimes, caso contrário não teria pessoas inocentes que fossem presas pelo mesmo crime, abusadas, e depois descobrem que é inocente, mas aí já teve a vida destruída para sempre!
    Esse estuprador foi dopado, não estava consciente ou totalmente consciênte, ao contrário da vítima que sofreu todo o processo! Creio que prisão perpétua, em uma cela de 2×2 sem contato com ninguém para lhe dirigir a palavra em tempo algum, com luz direta dia e noite, sem visita de parentes, amigos, somente de advogado se tiver algum. Tendo que trabalhar dentro da própria cela fazendo alguma atividade manual para pagar a estadia. E NADA DE MANDAR DINHEIRO PARA A FAMILIA! Se a responsável não tem capacitação, seja profissionalizada e vida que segue.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.