Homem é morto após ser convidado para “encontro” em MG

Por não ter sido pago, o namorado da mulher teria pedido para dois outros indivíduos matarem a vítima

0

Um homem de 31 anos foi morto a tiros depois de ser convidado para um “encontro” com uma mulher em Simonésia, no Leste de Minas Gerais, na noite de ontem (26). A mulher com quem ele marcou o encontro foi detida pela Polícia Militar (PM).

Leia também: Homem é preso suspeito de matar a mãe a facadas

De acordo com a PM, os agentes foram informados que havia ocorrido disparos de arma de fogo, nas proximidades da área de uma festa que acontecia na cidade. Ao chegar no local, o corpo da vítima foi encontrado caído no chão. A perícia técnica foi acionada e os militares começaram a levantar informações.

Durante as diligências, os policiais foram informados por uma testemunha que após o crime um homem correu em direção a uma mata, enquanto uma mulher, aproximadamente 19 anos, foi vista correndo do local do crime.

Quando localizada, a mulher disse, no primeiro momento, que havia marcado um encontro amoroso com a vítima e, quando caminhavam na rua lateral da área de festa, um indivíduo saiu do matagal, vestido de roupa preta e encapuzado, e começou a atirar.

Depois, ela acabou explicando que o homem era usuário de drogas e, há alguns dias, tinha pegado entorpecentes com seu companheiro, de 21 anos, suspeito do crime, e não tinha pagado ou devolvido o material.

O plano da morte 

Por não ter sido pago, o namorado da mulher teria pedido para dois outros indivíduos matarem a vítima. A mulher chegou a relatar aos policiais que pensava que os suspeitos iriam apenas “dar um aperto na vítima, agredir”, mas não o matar.

A perícia compareceu no local e realizou os trabalhos de praxe, sendo constatadas três perfurações decorrentes de disparo de arma de fogo, sendo duas nas costas e uma no ombro direito.

Os policiais realizaram diligências, porém, nenhum dos envolvidos foram encontrados. Diante dos fatos, a mulher foi detida e encaminhada para a Delegacia de Polícia Civil.

Leia Também:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.