Homem atropela ex, mata atual dela e deixa bebê em estado grave

A mulher contou que estava separada do ex-companheiro três anos. Mesmo com o passar do tempo, ele não aceitava o fim do relacionamento.

0

A Polícia Civil revelou, nesta quinta-feira (15), a história de um homem, de 51 anos que, por não aceitar o fim do relacionamento, acabou atropelando a ex no momento em que ela estava acompanhada do atual companheiro, além de um bebê de 2 meses, em Rio Verde, no Mato Grosso do Sul.

Irmã de Dr. Jairinho afirma que ele mudou versão sobre morte de Henry

De acordo com as informações, o caso foi registrado na terça (13). Na ocasião, a mulher não teve ferimentos graves. Todavia, o atual namorado dela, de 30 anos, morreu, e a criança está em estado grave.

No depoimento, informou a Polícia Civil, a vítima, de 36 anos, contou que estava separada do ex-companheiro, Angelo Maria Felix, conhecido como “lamparina”, há três anos. Mesmo com o passar do tempo, o homem afirmava que não iria aceitar “nenhum outro homem entrar na casa”.

Mesmo assim, a vítima se relacionou com o rapaz, que morreu atropelado, e acabou ficando grávida. O casal então teve uma filha, que está com 2 meses de idade, e também foi atropelada.

Segundo a mulher, no dia do crime, o ex presenciou a mulher com o atual companheiro levando um carrinho de bebê. Rapidamente, Angelo Maria Felix acelerou o carro e atingiu as vítimas.

Devido o impacto, tanto o atual companheiro da mulher quanto o bebê foram arremessados. O rapaz faleceu horas depois. Já a criança, sofreu múltiplas escoriações ao rolar pelo asfalto, pois foi ejetada do carrinho – ela foi transferida, com suspeita de traumatismo craniano, para Campo Grande, capital do MS.

Conforme a polícia, a mulher só não foi atingida porque estava na parte de cima da calçada. Ainda de acordo com a corporação, ela está em estado de choque e recebe atendimento médico, permanecendo em observação.

A mulher contou que estava separada do ex-companheiro três anos. Mesmo com o passar do tempo, ele não aceitava o fim do relacionamento.
A mulher contou que estava separada do homem há três anos. Mesmo com o passar do tempo, ele não aceitava o fim do relacionamento. (Foto: reprodução)

Homem ainda está foragido

Agora, a polícia tenta capturar o homem. Até o momento, os policiais apreenderam uma arma de pressão adaptada para calibre .22 e também o veículo usado por Angelo Maria Felix no delito.

Em nota, a polícia disse que o homem já teve a prisão preventiva decretada pela Justiça e deve responder pelos crimes de tentativa de feminicídio, homicídio doloso qualificado por motivo torpe, tentativa de homicídio com aumento de pena, em razão da idade da vítima, e posse irregular de arma de fogo.

Projeto quer ampliar penas para crimes cometidos contra crianças e adolescentes

Leia Também:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.