Homem aciona polícia para retirar jabuti de sua casa e é preso por ser foragido

Um homem de 51 anos, foragido da Justiça, foi preso após ligar para a polícia ambiental e contar que um jabuti estava no quintal da casa dele

1

Um homem de 51 anos, foragido da Justiça pelo crime de violência doméstica, em Cassilândia (MS), na região leste do estado, foi preso na sexta-feira (22), após ligar para Polícia Militar Ambiental (PMA) e contar que um jabuti estava no quintal da casa dele.

Leia também: Policial encontra 450 mil pés de maconha no norte da BA; Veja as fotos

Além de apreender o animal, os policiais também cumpriram o mandado de prisão contra o suspeito. Conforme os militares, enquanto confeccionavam a ocorrência, os policiais verificaram que o homem possuía o mandado de prisão em aberto, expedito pela Justiça da comarca de Cassilândia.

Ele então recebeu voz de prisão e foi levado para a delegacia da cidade, ficando à disposição da Justiça. Já o animal, da espécie Chelonoidis carbonaria, foi capturado e devolvido ao seu habitat.

Além de apreender o animal, os policiais também cumpriram o mandado de prisão contra o suspeito. (Foto: reprodução)

Também no MS

Outra ocorrência registrada no MS foi a de dois homens, de 42 e 52 anos, que foram presos e multados em R$ 3 mil após serem flagrados abandonando uma cadela em uma rodovia vicinal no município de Aparecida do Taboado.

De acordo com a PMA, os policiais realizavam fiscalização na rodovia quando avistaram uma caminhonete parando às margens da estrada. O motorista ficou no veículo, quando o passageiro foi até a carroceria e retirou uma cadela de lá, abandonando-a na estrada vicinal.

De acordo com a PMA, os policiais realizavam fiscalização na rodovia quando avistaram uma caminhonete parando às margens da estrada. (Foto: reprodução)

Os dois homens não perceberam que havia a fiscalização dos policiais e, antes de saírem do local, foram abordados. Eles afirmaram que o animal estava na propriedade rural deles, sendo os tutores empregados da fazenda e alegaram que a cadela estava começando a “ocasionar prejuízos” no local.

Ambos foram detidos e tiveram que recolher o animal, que foi levado a uma clínica veterinária. Os infratores foram levados até a delegacia de Polícia Civil de Aparecida do Taboado e devem responder por crime ambiental de maus-tratos, cuja pena é de dois a cinco anos de reclusão.

Eles foram autuados administrativamente e multados em R$ 1.500,00 cada um, totalizando R$ 3 mil pelo crime. Após procedimentos veterinários, a cadela abandonada deve ser colocada para adoção.

Leia Também:

1 comentário
  1. […] Leia também: Homem aciona polícia para retirar jabuti de sua casa e é preso por ser foragido […]

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.