Grêmio e Cruzeiro engatam na Série B

Gigantes venceram seus jogos no sábado (30) e se consolidaram no G4.

0

Se pararmos para pensar, Grêmio e Cruzeiro estavam há pouco tempo protagonizando grandes jogos do futebol nacional. Quem não se lembra daquele famoso 3 a 3 no Mineirão pelo Brasileirão de 2017? Para muitos, foi considerado o grande jogo da edição. Aliás, em 2017 o Grêmio vencia a Libertadores e o Cruzeiro a Copa do Brasil, cenário bem diferente do atual.

Mesmo assim, a situação das duas equipes é diferente. Rebaixado ainda em 2019, o Cruzeiro atravessou o pior momento de sua história nos últimos anos, até vender sua SAF para Ronaldo Fenômeno. No caso do Grêmio, o rebaixamento veio só na temporada passada, mas o clube caiu “somente dentro de campo”. Isto é, não existiram problemas de dívidas e salários atrasados, por exemplo.

Dito isso, o sábado foi de sorrisos para as duas torcidas. Jogando em casa, o Grêmio venceu o CRB por 2 a 0 e assumiu a liderança da competição. Já o Cruzeiro foi até Chapecó e arrancou três pontos fundamentais. Diante da até então invicta Chape, o Cruzeiro aplicou o mesmo placar do Grêmio e saiu com a primeira vitória como visitante.

GrÊmio
Grêmio venceu o lanterna da Série B por 2 a 0. Foto: Lucas Uebel.

Grêmio e Cruzeiro não querem sair do G4

Pela primeira vez juntos entre os quatro primeiros, Grêmio e Cruzeiro sonham com dias melhores na história. Em relação ao Grêmio, a atuação foi a terceira vitória seguida do time na competição, o que fez os comandados de Roger Machado ultrapassarem o Bahia na liderança.  Os baianos vieram até o interior de São Paulo e perderam por 1 a 0 para o Ituano.

Já falando um pouco mais do Cruzeiro, a Série B começou de maneira conturbada. Depois de perder para o Bahia na estreia, as duas únicas vitórias da equipe haviam sido por 1 a 0. A última delas, contra o Londrina, só aconteceu graças a uma falha bizarra de zagueiro e goleiro, que entregaram o gol da vitória a Luvannor Henrique.

Dito isso, as duas equipes voltam a campo somente no próximo domingo, quando irão se enfrentar pela primeira vez desde 2019. O jogo está marcado para a Arena Independência, às 18 horas. Isto é, promessa de casa cheia em Belo Horizonte para o duelo entre os dois maiores campeões da história da Copa do Brasil.

Avalie o Artigo:

Sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.