Governo não descarta antecipar o 13º salário dos aposentados em 2021

De acordo com o Ministro da Economia, Paulo Guedes, isso vai acontecer se a economia não reagir na velocidade que espera

2

Neste momento, o Governo Federal não descarta uma nova antecipação do 13º salário para aposentados em 2021. Mas isso só vai acontecer se a economia não melhorar como o Ministro da Economia, Paulo Guedes, espera que aconteça.

De acordo com o próprio Paulo Guedes, a antecipação aconteceria justamente para reanimar a economia no começo de 2021. Mas ele não quer ter que fazer isso. Isso porque isso seria um sinal de que a economia vai mal.

“Não descartamos ainda ferramentas que temos, dentro do teto, e que inclusive nós usamos antes mesmo do Orçamento de Guerra. Temos capacidade de antecipar benefícios e de diferir arrecadações”, disse Paulo Guedes.

“Temos várias ferramentas que vão permitir calibrar essa aterrissagem lá na frente”, completou o Ministro da Economia. Ele argumentou ainda que uma antecipação desse benefício não seria nada de outro mundo em 2021.

Ele afirmou que não precisa colocar essa mudança no Plano Orçamentário de 2021. Isso porque, ainda de acordo com ele, trata-se apenas de uma mudança de data. Dessa forma, não há necessidade de se detalhar esses gastos que já aconteceriam de qualquer forma.

Aposentados querem 13º salário

Logo no começo da pandemia do novo coronavírus por aqui, o Governo antecipou o 13º salário para os aposentados e pensionistas. Para ser mais preciso, isso aconteceu no último mês de março. A medida tinha como objetivo ajudar essas pessoas em um momento difícil.

Por isso, se o Governo antecipar novamente esse 13º nós estaríamos falando sobre a segunda antecipação em dois anos. Nessa mesma oportunidade, Guedes voltou a dizer que o Auxílio Emergencial só vai até o fim deste mês de dezembro.

Avalie o Artigo:

Sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.