Governo de SP diz que vai endurecer quarentena na quarta (24)

De acordo as informações repassadas pelo governo de SP, as novas restrições devem ser relacionadas a mobilidade de pessoas no estado

0

O governo de São Paulo anunciou nesta segunda-feira (22) que irá endurecer a quarentena na região. A decisão acontece porque o estado registrou o maior número de pacientes com Covid-19 internados em UTI desde o início da pandemia.

Leia também: Adaptar Coronavac e Oxford à variante pode levar dois meses

Hoje, de acordo com os números da Secretaria da Saúde, são 6.410 pacientes em Unidades de Terapia Intensiva (UTI). Segundo o comitê de saúde do governo, este aumento está relacionado com o aumento do período de internação dos pacientes.

Para os especialistas, tal fato pode significar uma maior gravidade da doença entre os contaminados no estado. Nesse sentido, o comitê de saúde apresentou ao governo estadual novas restrições para reduzir a movimentação de pessoas. Sendo assim, essas novas medidas devem ser anunciadas na quarta-feira (24) e começarão a valer na sexta (26).

Além das fases 

De acordo com a secretária, as restrições irão além do que se tem visto hoje: estado divido em sub-regiões e determinando as restrições de acordo com a fase da quarentena em que se encontra cada área.

Isso porque, segundo o coordenador-executivo do comitê de saúde do governo, João Gabbardo, as novas recomendações de restrições, apresentadas ao governo nesta segunda (22), tratam da mobilidade das pessoas.

“São recomendações que vão tratar da redução da mobilidade, redução da movimentação das pessoas, e que é o que a gente pode fazer neste momento para reduzir essa taxa de transmissibilidade”, explicou ele, que ressaltou que as medidas ainda estão sendo analisadas pelo governo.

Covid-19 em São Paulo

Nesta segunda (22), o estado de SP chegou a triste marca de 57.842 mortes pela Covid-19. Além disso, a região já teve 1,9 milhão de casos confirmados desde o início da pandemia. Nas últimas 24 horas, foram registrados 43 novos óbitos e 2.550 novos casos.

Curta nossa página no Facebook e siga-nos no Instagram para acompanhar todas as notícias!

Leia Também:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.