Governo de SP apresenta detalhes sobre como funcionará vacinação contra a Covid-19

Os detalhes foram anunciados nesta quarta-feira (06) pelo governo, que apresentou como funcionará o Plano Estadual de Imunização contra o vírus no estado

3

Vacinação de segunda a sexta, das 7h às 22h, e de 7h às 17h aos sábados, domingos e feriados. Assim será feita a imunização no estado de São Paulo contra a Covid-19. Os detalhes foram anunciados nesta quarta-feira (06) pelo governo, que apresentou como funcionará o Plano Estadual de Imunização contra o vírus na região. A novidade foi divulgada pelo secretário de Saúde, Jean Gorinchteyn, durante a reunião do governador João Doria (PSDB) com prefeitos do estado para tratar do plano de vacinação.

Leia também: Uma visão de esperança durante a pandemia

Mesmo com o plano anunciado, vale a pena lembrar que a Coronavac, vacina que será utilizada no estado de São Paulo e que é produzida pelo laboratório chinês Sinovac em parceria com o Instituto Butantan, ainda precisa ter a eficácia comprovada antes de ser liberada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Segundo o governo de SP, a expectativa é a de que os documentos sejam entregues à Anvisa nesta quinta-feira (7), quando também devem ser divulgados os resultados dos testes feitos no país. Mesmo com os adiamentos na divulgação da eficácia da CoronaVac, o governo mantém a previsão de início da vacinação no dia 25 de janeiro, aniversário de São Paulo.

Até o momento, o governo do estado já recebeu o equivalente a 10,8 milhões de doses da CoronaVac, considerando os lotes de vacina já pronta para aplicação e os de insumos que serão processados e envasados pelo Instituto Butantan.

Governo anuncia mais pontos de vacinação 

Além de anunciar os horários, o secretário também informou que o número de postos de vacinação contra a Covid-19 passará de 5.200 para 10 mil. Isso porque o governo revelou que utilizará escolas, quartéis da PM, estações de trem, terminais de ônibus, farmácias e sistema drive-thru.

Na 1ª fase, devem ser vacinadas 9 milhões de pessoas no estado. Como a CoronaVac prevê duas doses, estão previstas 18 milhões de doses para essa fase. Além de idosos com mais de 60 anos, serão contemplados os profissionais de saúde, indígenas e quilombolas.

Leia Também:

3 Comentários
  1. […] Leia também: Governo de SP apresenta detalhes sobre como funcionará vacinação contra a Covid-19 […]

  2. […] da esposa, que, de acordo com ele, é médica e, por trabalhar na linha de frente do combate à Covid-19, ficou impossibilitada de […]

  3. […] o mundo todo está em busca de apenas um objetivo: A vacina perfeita contra o novo […]

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.