Governo agiliza privatização da Eletrobras e preocupa parte dos trabalhadores

O Governo Federal está criando uma Medida Provisória (MP) para agilizar essa privatização. Mas parte dos trabalhadores critica

0

O Governo Federal está criando neste momento uma Medida Provisória (MP) para agilizar o processo de privatização da Eletrobras. De acordo com as informações do Jornal O Globo, eles devem apresentar essa MP a qualquer momento.

O processo de privatização da estatal preocupa muito grande parte dos trabalhadores da empresa. Eles afirmam que as condições de trabalho iriam piorar. O Sindicato dos Trabalhadores Energéticos do Estado de São Paulo, por exemplo, diz que a privatização vai provocar demissões.

Seja como for, dentro do Ministério da Economia o sentimento é de que não dá para voltar atrás. A ideia do Ministro Paulo Guedes é mostrar que o Governo Bolsonaro “tem compromisso com uma agenda liberal”.

Guedes acredita que seria importante dar essa sinalização logo depois que Bolsonaro trocou o comando da Petrobras. De acordo com economistas, isso irritou muitos investidores com um pé atrás em relação ao Palácio do Planalto neste momento.

MP da Privatização

Dentro do Governo, há uma ideia de que uma MP andaria mais rápido no Congresso. Isso porque ela obrigaria os deputados e senadores a debaterem o assunto em no máximo 120 dias depois da publicação do documento.

Seja como for, é importante lembrar que a MP por si só não vai permitir a venda da estatal. Ela apenas vai ter o poder de fazer com que o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico (BNDES) comece os estudos da privatização.

Ainda de acordo com o Jornal O Globo, a ideia do Governo é privatizar a Eletrobras no próximo mês de novembro. O Planalto e o Ministério da Economia esperam arrecadar algo em torno de R$16 bilhões com a venda.

Leia Também:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.