Giovanna Ewbank e Bruno Gagliasso comentam caso de racismo em Portugal e confirmam agressão

O casal recordou as falas da racista e declarou a reação das crianças com a situação.

0
Giovanna Ewbank e Bruno Gagliasso comentam
Reprodução: Globo

Inaceitável! Giovanna Ewbank e Bruno Gagliasso comentaram o caso de racismo sofrido pelos filhos do casal, Títi e Bless, durante as férias da família em Portugal. Em entrevista ao ‘Fantástico’ deste último domingo (31), o casal conta a reação imediata que tiveram ao descobrirem o ocorrido.

Giovanna Ewbank e Bruno Gagliasso comentam racismo sofrido pelos filhos

Na entrevista, ministrada por Maju Coutinho, o casal explica que estava em um restaurante à beira-mar, enquanto as crianças brincavam na praia. “Inclusive, é um restaurante que a gente gosta muito de ir, porque a gente sempre encontra muitas pessoas pretas no restaurante. Para os nossos filhos, a gente acha muito importante estarem em ambientes com pessoas pretas”, começa Ewbank. “Eles estão na praia brincando e, de repente, uma das crianças subiu e falou para gente o que tinha acontecido, E aí a gente ficou chateado, bem chateado. E começou… E vocês viram aquelas imagens”, seguiu Gagliasso.

O ator foi até o gerente, no entanto, a agressora se recusou a ir embora e mais ataques e xingamentos foram feitos por ela. Giovanna, até então, não sabia o que estava acontecendo e só foi se dar conta depois. “Quando a gente percebeu o que estava acontecendo, o Bruno saiu da mesa e foi até o gerente com a mulher para chamar a polícia. Eu vi que tava uma movimentação estranha, vi que a família de angolanos estava um pouco recuada e comecei a entender que era algo racial”, explica.

O casal, então, descreve algumas das palavras ditas pela racista: “A mulher estava dizendo muitas coisas. Entre elas, dizendo ‘pretos imundos’, ‘voltem para a África'”, recordou Giovanna, ao que Bruno completa: “‘Portugal não é o lugar para vocês, vão embora daqui'”. A apresentadora reforça que sua fala só foi validada por ser uma mulher branca. “Acho que ela nunca esperava que uma mulher branca fosse combatê-la como eu fui, daquela maneira. Eu sei que eu, como mulher branca, indo lá confrontá-la, a minha fala vai ser validada. Eu não vou sair com a louca, a raivosa, como acontece com tantas outras mães pretas, que são leoas todos os dias, assim como eu fui nesse episódio”, aponta.

Reação

As crianças acompanharam a discussão de perto e tiveram reações diferentes. “Foi a primeira vez que a minha filha viu eu combatendo racismo de frente, porque a gente fala muito sobre isso pra eles, mas ela nunca tinha me visto combatendo de frente. Ela ficou muito assustada e o Bless não percebeu muita coisa, porque ele estava brincando. A Títi entendeu tudo”, diz Giovanna.

Ao ser questionada sobre uma possível agressão contra a racista, Giovanna confirmou. De acordo com o colunista Lucas Pasin, do Splash UOL, a atriz desferiu dois tapas e cuspiu na mulher. Gagliasso, então, comenta a ação da esposa: “Na verdade, ela não agrediu, ela reagiu. Não confunda a reação do oprimido com a ação do opressor”. Para preservar os filhos o máximo que podem, Giovanna e Bruno pretendem continuar falando sobre o assunto com Títi e Bless: “A gente sabe que vai acontecer muitas outras vezes. Agora, a gente não tem mais como proteger tanto os nossos filhos do que eles vão ouvir e ver. Então, é continuar fortalecendo os filhos e mostrar o quanto eles são fortes, maravilhosos e têm o direito de combater o racismo. Eles precisam estar atentos o tempo todo”, diz a atriz, por fim.

5/5 - (1 vote)
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.