Gilberto anuncia livro sobre sua história: “Ato de resistência”

Notícia veio logo após economista sofrer ataques homofóbicos.

4
Gilberto anuncia livro
Reprodução: Twitter

Vem mais vigor por aí! Após assinar contrato com a Globo, Gilberto anuncia livro contando a sua história! Anúncio se deu logo após o ex-BBB21 sofrer ataques homofóbicos por parte de um advogado torcedor do Sport. Saiba mais!

Gilberto anuncia livro

Primeiro, o doutorando lamentou o ocorrido e deixou um aviso: “Sabem como eu combato a homofobia??? Em minutos volto aqui”. Logo depois, o economista deixou a novidade para seus seguidores: “Em um dia como esse, é cada vez mais importante contar minha história. Estava muito animado para contar isso pra vocês. E com o que aconteceu hoje, meu livro – que será lançado pela Globo Livros – virou um ato de resistência também”, declara. O impresso deve sair em junho.

A empresa também deixou o seu próprio anúncio:

Sport vai punir ato homofóbico

Com diversos ataques homofóbicos, um dos conselheiros do Sport Club Recife, o advogado Flávio Koury, atacou o ex-BBB21: “1,2 milhões de visualizações. Arretado! 1,2 milhões de pessoas achando que o Sport só tem viado, só tem bicha. Vai vender é camisa. A viadagem todinha vai comprar? Vai ser lindo”, disparou o conselheiro, que ainda critica o PT na ocasião. “Se ele tivesse feito essa dancinha na casa dele ou num bordel ou onde ele quisesse, eu não estava nem aí, mas foi dentro da Ilha do Retino, né, rapaz? Isso é uma desmoralização. É ausência de vergonha na cara. Esses tempos novos que estão falando é isso. É depravação”, disse, ainda, em áudio que circula na web.

O Sport, então, prometeu punir o responsável pelas agressões verbais. “O Sport Club do Recife é de todos. Gil do Vigor é e sempre será um legítimo representante das cores do Sport. Um clube plural, do povo. A maior torcida do Norte/Nordeste. Não segregamos quem ama o Sport. O amor que une nossa torcida ao clube é incondicional”.

Ademais, dona Jacira, mãe do famoso Gil do Vigor, lamentou os ataques sofridos pelo filho. “Vocês não imaginam como me dói, como mãe, ver meu filho passar por isso. Gente, estamos no século XXI. Vamos ter respeito e bom senso, mais amor ao próximo. Não precisa ser gay, lésbica, ou bi para ser contra a homofobia. Vamos ter mais amor, por favor!”, escreveu a cozinheira, mostrando o desabafo do economista no Twitter. O próprio pernambucano falou sobre o assunto: “Primeiro ataque homofóbico que me deparo após o BBB e posso garantir, ainda machuca MUITO! Mas sigo firme e providências serão tomadas. Tirando o dia off para não perder minha alegria por tudo que venho vivendo… É muita dor!”, lamentou o ex-brother na ocasião.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.