Galo confirma venda de jogador importante em 2021

Atleta chegou ao clube em 2020, com Jorge Sampaoli.

0

O mercado de transferências do futebol brasileiro não para. Em meio ao começo de Brasileirão, o Atlético-MG confirmou a saída de mais um jogador de seu elenco. No Galo desde 2020, o venezuelano Savarino foi vendido ao Real Salt Lake, da MLS. Mesmo dois anos depois e indo para um mercado secundário, o Atlético-MG lucrou com a negociação.

Comprado em 2020 por cerca de 2 milhões de dólares, o Galo adquiriu cerca de 60% dos direitos de Savarino há pouco mais de dois anos. Agora, após conquistar inúmeros títulos, o jogador sairá por 2,5 milhões de dólares. Entretanto, o Atlético está negociando somente 40% do passe, mantendo 20% para uma futura transferência.

Vale lembrar que o atacante atingiu a marca de 99 jogos pelo clube mineiro. Inclusive, foi o autor dos dois gols no empate com o Coritiba, na rodada passada. Apesar de bons números e gols decisivos, a venda é uma ótima opção para o Galo. Aliás, o jogador já não vinha sendo tão aproveitando em 2022, já que alguns reforços tomaram seu lugar entre os mais utilizados do elenco.

Galo
Savarino deixa o Galo a um jogo de completar 100 partidas. Foto: Pedro Souza.

Savarino e concorrência no Galo

Quando chegou ao clube, Savarino se tornou um dos jogadores mais importantes para Jorge Sampaoli no Galo. Ao longo do Brasileirão 2020, fez bons jogos e foi importantíssimo para levar o clube de volta à Libertadores. Já no ano passado, não foi titular absoluto em nenhum momento, mas ajudou o clube em muitos jogos.

Entretanto, o que mais pesou para a saída do venezuelano foi a contratação de Ademir, atacante que veio do América-MG. Aliás, Ademir foi um dos grandes destaques do futebol brasileiro em 2021, ajudando o América-MG a se classificar para a Libertadores. Além disso, desde que chegou ao Galo está jogando bem.

Isto é, embora muitos torcedores quisessem seguir contando com Savarino no elenco, o jogador sai do Atlético Mineiro pela porta da frente. Afinal, ele participou da quebra do jejum de 50 anos sem título brasileiro. Vale lembrar que, além dos títulos, ele marcou 21 gols pelo clube mineiro e deu outras 19 assistências, ou seja, quase participava de um gol a cada dois jogos.

Avalie o Artigo:

Sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.