Fórmula 1: em corrida espetacular, Hamilton vence e encosta na liderança

Verstappen bateu na primeira volta, britânico foi punido com 10s e ainda assim venceu

0

Em uma corrida espetacular, o piloto heptacampeão mundial Lewis Hamilton venceu o GP da Inglaterra neste domingo (18), no circuito de Silverstone, pela décima etapa do Mundial de Fórmula 1 2021.

Em segundo lugar, chegou o monegasco Charles Leclerc, da Ferrari.

Assim, completou o pódio Valtteri Bottas, companheiro de Hamilton na Mercedes, em terceiro lugar.

O holandês Max Verstappen, da Red Bull, líder da temporada, abandonou logo na primeira volta em uma forte batida após ter o carro tocado por Hamilton.

Assim, Verstappen segue na liderança, com 182 pontos, mas o inglês chegou a 176 e diminuiu a vantagem para 100 pontos.

Essa foi a vitória de número 99 do britânico na carreira.

Desta vez, a categoria teve um final de semana diferente, com uma inédita corrida de sprint no sábado, disputada em meia hora, com vitória de Verstappen, deixando Hamilton em segundo.

Agora, a Fórmula 1 retorna daqui a duas semanas, no dia 1º de agosto, com o GP da Hungria, em Budapeste, pela 11ª etapa.

A prova

Na largada, uma das mais espetaculares da história, Hamilton tentou passar, não conseguiu e ambos ficaram dividindo as primeiras curvas.

Em seguida, Hamilton tocou no carro de Verstappen e o holandês saiu da pista, abandonando a prova.

Naquele momento, Charles Leclerc assumiu a liderança e o britânico ficou em segundo lugar.

Contudo, a batida de Verstappen foi forte e ele saiu tonto do carro. O safety car entrou na pista e teve bandeira amarela. E, logo depois, veio a bandeira vermelha.

Por causa do acidente, o britânico foi considerado culpado e foi punido com 10 segundos a mais na parada de boxes.

Na relargada, depois de mais de meia hora, Leclerc largou bem e manteve a ponta, com Hamilton em segundo.

Em seguida, Sebastian Vettel, da Aston Martin, rodou sozinho, mas não parou a prova.

Assim, a prova ia passando, Hamilton precisava ser rápido, mas não conseguia alcançar Leclerc, que estava mantendo vantagem de mais de 1,5 segundo.

As voltas iam passando e, mesmo com problemas no motor, que falhava, Leclerc conseguia manter e até ampliar a vantagem sobre Hamilton.

Assim, na volta 28, Hamilton fez sua primeira parada nos boxes, cumpriu a punição e voltou em quinto lugar na corrida.

Recuperação

Depois, ele foi se recuperando, fazendo as ultrapassagens e reassumiu o segundo lugar, tentando depois chegar em Leclerc, que estava tranquilo na ponta.

Mas Hamilton começou a render mais e se aproximou nas últimas voltas, pressionando pela vitória. Assim, na volta 50, ultrapassou Leclerc, que escapou e quase saiu da pista.

Leia também: ‘Mérito é total do grupo de atletas’, diz Testoni após vitória do Brusque

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.