FMI faz alerta contra país que adotou Bitcoin como moeda

0

O Fundo Monetário Internacional (FMI) fez um alerta, nesta sexta-feira (11), para os países que estão pensando em adotar o Bitcoin como moeda oficial, como é o caso de El Salvador. 

Isso porque o BTC é de alto risco e pode ser facilmente influenciável em seu preço. Somente com uma publicação do Elon Musk, fez com que caísse mais de 10% de valor. 

Alguns bancos argumentam, além disso, que a criptomoeda pode ser dinheiro que foi originado do tráfego e de outras formas ilegais justamente porque não pode ser rastreado. Todas as crenças sobre o Bitcoin, Ether, Dogecoin e muitos outros podem impactar de forma negativa a economia.  A publicação inicial foi criada pela Reuters. 

Quando se usa um investimento de alto risco como moeda oficial, o país também caminha a altos riscos e que não dependem somente dele, mas também de outros empresários internacionais como o Elon Musk ou governos como China e Estados Unidos. 

FMI é contra a adoção do Bitcoin

 “A adoção do bitcoin como moeda legal levanta uma série de questões macroeconômicas, financeiras e jurídicas que requerem uma análise muito cuidadosa. Estamos acompanhando de perto os desdobramentos e continuaremos nossas consultas com as autoridades”, argumentou o FMI. 

Apesar disso, Benoit Coeure, chefe do Centro de Inovação do Banco de Compensações Internacionais (BIS), argumentou que a tentativa imposta por El Salvador pode servir de experiência para outros países e pode ser bastante interessante. Ele é um dos poucos que aprovam a decisão arriscada do El Salvador perante a moeda. 

O Bitcoin começou o dia positivo com a alta que o fez sair de R$ 160 mil para R$ 190 mil. Apesar disso, o Ether começou com quedas de quase 5%. O Dogecoin vem enfrentando grandes obstáculos desde a última semana após ter quedas superiores a 15%. Entretanto, se recupera de forma leve e gradativa. 

O mercado de criptomoedas da quinta-feira (10), havia terminado no vermelho, mas voltou à posição verde.  De acordo com o Infomoney, em somente um dia, o mercado saiu de R$ 1,6 trilhões para R$ 1,5 trilhões, uma perda que é bastante significativa. 

 

 

Veja Também:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.