FMI destaca recuperação de EUA e China como “motores da economia mundial”

2

A diretora-gerente do Fundo Monetário Internacional (FMI), Kristalina Georgieva, disse em entrevista que os Estados Unidos e a China são os principais propulsores da economia mundial. Dessa forma, com a volta do crescimento dos dois, toda a economia mundial iria voltar a se desenvolver. Ela ainda disse que é justamente nesta década que os orientais devem se empenhar para diminuir a emissão de carbono.

O país asiático está investindo de forma massiva nas políticas ambientais e também pensam em ter uma moeda própria, que não será necessário imprimir papéis ou então, pagar por cada transferência mundial: o grande yuan. O Yuan, quando colocado em prática, deve ser mais utilizado que o próprio dólar e pode ser um prejuízo para os bancos norte-americanos.

Leia mais: Brasil deve perder mais uma posição e cair para 13ª maior economia em 2021

Kristalina Georgieva argumenta que, em outubro, a empresa deve fazer mais reuniões presenciais e, portanto, saber melhor como irão funcionar as novas políticas de desenvolvimento. Apesar de saberem o mês, a data ainda está em análise.

“No melhor cenário com vacinação, planejamos ter a reunião do FMI de outubro de forma presencial”, disse ela.

A China, durante a crise da Covid 19, se desenvolveu ainda mais e deve tornar-se a superpotência mundial antes mesmo do esperado, com 5 anos de antecedência.

Yuan e a China: como deve funcionar?

O Yuan é a nova moeda digital que está sendo desenvolvida pelos orientais. O intuito é facilitar ainda mais as negociações internacionais sem a cobrança de taxas de transferência.

Diferente do bitcoin, é uma moeda completamente rastreável o que pode causar certo alarme já que o governo consegue saber exatamente o que cada pessoa gastar e o que foi comprado.

Já no caso do Bitcoin, pelo governo não conseguir rastrear os gastos e eles serem “inexistentes perante a economia”, muitas pessoas usavam para a compra de serviços ilegais. Ele deve terminar a tarde com os mesmos valores que no início da manhã: R$ 320 mil.

Ele está há mais de 10 dias estagnado na mesma faixa de preço e muitos investidores esperam ansiosamente que uma reviravolta positiva ocorra e ele ultrapasse os U$ 60 mil.

Leia mais: Teto de gastos e Previdência já geraram economia de R$ 900 bi em juros, diz SPE

Leia Também:

2 Comentários
  1. […] FMI destaca recuperação de EUA e China como “motores da economia mundial” […]

  2. […] Leia também: FMI destaca recuperação de EUA e China como “motores da economia mundial” […]

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.