Flamengo vence Defensa y Justicia na estreia de Renato Gaúcho

Agora, time carioca precisa de um empate para ir às quartas de final da Libertadores

0

O Flamengo venceu o Defensa y Justicia por 1 a 0 na noite desta quarta-feira (14), no estádio Norberto Tomaghello, em Buenos Aires, na Argentina, pelo jogo de ida das oitavas de final da Copa Libertadores da América.

Com o resultado, o time brasileiro, que teve a estreia do técnico Renato Gaúcho no comando, agora pode empatar em casa no jogo de volta que se classifica para as quartas de final.

Agora, os dois times voltam a se encontrar na outra quarta-feira (21), no estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro, a partir das 21h30.

Antes, porém, o time carioca entra em campo no domingo (18), contra o Bahia, no estádio de Pituaçu, a partir das 18h15, pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O jogo

A primeira chegada a gol foi do Defensa y Justicia, logo no primeiro minuto. Em cobrança de falta de Walter Bou, a bola passou por cima do gol, sem muito perigo.

Melhor em campo, o time argentino continuou em cima e perdeu boa chance aos 9min, quando Cardona recebeu cobrança de escanteio e desviou de cabeça, por cima, com perigo.

Assim, nos primeiros minutos, o Flamengo estava mais acuado na defesa, sem conseguir sair para o jogo.

No entanto, aos poucos, o time brasileiro foi se acertando em campo e não deixava mais os donos da casa pressionarem.

Desta maneira, cresceu na partida e conseguiu abrir o placar aos 20min, com Michael, em bela jogada individual, finalizando para o gol: 1 a 0.

O gol animou o Flamengo, que ficou mais à vontade na partida, sem deixar o adversário se impor.

Porém, antes do intervalo, Rotondi quase empatou para o Defensa, em chute cruzado que Diego Alves espalmou.

Mas o Flamengo foi para o intervalo com vantagem parcial.

Segundo tempo

Na etapa final, a partida recomeçou bem mais truncada, com poucas chances de gol. Nos primeiros minutos, ninguém conseguiu criar nada.

Mas, aos poucos, o Defensa y Justicia foi crescendo e quase empatou aos 13min com Rotondi, em chute cruzado que passou bem perto do gol.

Em seguida, aos 17min, em cobrança de falta de Frías, novamente a bola passou bem perto do gol de Diego Alves.

Outra chance veio aos 22min, com Hachen, que chutou e novamente o goleiro flamenguista espalmou.

No final, o time argentino ainda tentou pressionar, mas Diego Alves salvou o Flamengo.

Leia também: Palmeiras vence a Universidad Católica fora de casa e fica mais perto das quartas de final da Libertadores

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.