Flamengo e Botafogo jogarão em outro estado no domingo

Técnico botafoguense não aceitou a inversão do mando de campo.

0

Com o estádio do Maracanã rapidamente fechado para obras no gramado, o Flamengo tentou negociar com o Botafogo a troca do mando de campo dos turnos no Brasileirão. No entanto, o técnico botafoguense foi contra a opção e decidiu manter os mandos do jeito que foram programados. Até por isso, o Fla levará o jogo para Brasília.

Pela segunda rodada seguida, o Botafogo terá que entrar em campo às 11 horas da manhã. Com o clássico marcado para Brasília, além do estádio estar lotado de flamenguistas, o clima deve contribuir para uma partida menos intensa. Vale lembrar que, mesmo que fosse realizado no Rio de Janeiro, o clássico também seria realizado pela manhã.

Dito isso, esta será mais uma semana cheia para o Botafogo trabalhar, enquanto o Flamengo terá uma duríssima missão pela Copa Libertadores. Por mais que já esteja basicamente classificado, com nove pontos, o Mengão ainda sonha com a melhor campanha geral. Para isso, precisará superar o bom time do Talleres-ARG, em Córdoba.

Botafogo Luís Castro participou do programa 'Bem, amigos!', do Sportv, nesta segunda-feira (02). Foto: Vitor Silva.
Luís Castro participou do programa ‘Bem, amigos!’, do Sportv, nesta segunda-feira (02). Foto: Vitor Silva.

Técnico do Botafogo que não quis a inversão de mandos

Embora a CBF já tivesse sinalizado positivamente, foi o Botafogo quem optou por negar o pedido do Flamengo. Isto é, mais um tempero para o clássico do próximo domingo. Vale ressaltar que o Fogão ainda não venceu como mandante no Brasileirão, talvez por isso Luís Castro não tenha aceitado a troca.

Até porque, depois do empate por 1 a 1 contra o Juventude diante de mais de 37 mil pessoas, Luís Castro chegou a dizer que o Botafogo precisava se “acostumar” a jogar com o estádio cheio. Isto é, saber manter a cabeça no lugar e não dar ouvidos a tudo aquilo que o torcedor pede na beira de campo.

Sendo assim, a tendência é que o clássico seja bem quente, visto que começou a ser disputado fora das quatro linhas. Além disso, com a nova “Era John Textor”, o torcedor botafoguense não vê a hora de bater de frente com o Flamengo, algo que já não acontece há anos.

Avalie o Artigo:

Sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.