Final BBB21: relembre pautas importantes levantadas na edição

Racismo, bifobia, xenofobia e por aí vai...

1
Final BBB21: relembre pautas importantes
Reprodução: Globo

No final do BBB21, temos que admitir que a temporada teve muitos assuntos polêmicos e pautas importantes foram levantadas – e você pode relembrar todas elas! Antes de descobrirmos quem levará R$1,5 milhão para casa, vamos rever as situações que deram o que falar este ano?

Final BBB21: relembre pautas importantes da edição

Transfobia

O primeiro grande acontecimento da casa – que inclusive, causou a primeira discussão no programa, foi a transfobia. Os confinados aproveitaram a ação de uma linha de cosméticos para maquiar os rapazes da casa. No entanto, alguns participantes, como Rodolffo e Caio, fizeram comentários homofóbicos ‘na brincadeira’ e chegaram a imitar trejeitos considerados ofensivos. Lumena apontou o quanto aquilo a atingia diretamente e poderia ser agressivo para mulheres trans e travestis.

“Pessoas se maquiam para serem reconhecidas, é algo muito sério, não é apenas uma brincadeira, é identitário. Sua brincadeira, em mim, tocou em um lugar muito violento. Eu sei que você não sabe, porque eu sei que você não tem amiga trans ou travesti, então você nunca ouviu o que eu ouvi. O que você brincou hoje, para outras pessoas e outros grupos, o nome é violência”, explicou a psicóloga na ocasião.

Xenofobia

Muitas foram as falas negativas com relação a Juliette e, uma delas, era relacionado ao fato da advogada ser paraibana. “Eu sou de Curitiba, é uma cidade muito reservadinha. Por mais que eu sou artista e rodo o mundo, eu tenho meus costumes. Eu tenho muita educação para falar com as pessoas, eu tenho meu jeito brincalhão, mas reparem que eu não invado (o espaço do próximo), não desrespeito, não falo pegando nas pessoas. Eu acho estranho, mas essa pessoa (Juliette) falou que não faz por mal”, disse Karol Conká em uma dessas ocasiões. Além disso, por muitas vezes, foram feitas ‘piadas’ com o sotaque da maquiadora.

Colorismo

Gilberto também foi alvo de comentários maldosos na casa. Na edição, o economista se declara negro, no entanto, para Nego Di, por exemplo, o doutorando teria ‘a pele clara demais’ para se reafirmar como tal. A pauta foi levantada inúmeras vezes dentro da casa e o confinado foi, inclusive, chamado de ‘sujinho’ pelo grupo chamado de Gabinete do Ódio pelos espectadores.

A mãe do semifinalista, aliás, precisou vir à público falar que o filho já sofreu racismo, inclusive, do próprio pai. “O pai achava que Gilberto não era filho dele pelo fato de ter nascido mais claro. Com isso, ele também apanhava e sofria perseguição”, disse dona Jacira em entrevista à Patrícia Kogut.

Relacionamento abusivo

O affair entre Carla Diaz e Arthur também deu muito o que falar. A atriz fazia de tudo para manter o relacionamento saudável e demonstrava gostar muito do instrutor de crossfit. No entanto, por mais que o brother falasse o que sentia, suas atitudes iam para o lado contrário. O capixaba chegava a fazer uma certa pressão psicológica, fazendo com que a artista se sentisse responsável por ele e tudo o que acontecia na casa. Além disso, o ex-confinado nunca teve responsabilidade afetiva com sua affair e, além de nunca demonstrar muito carinho, vivia afirmando que conheceria outras pessoas. A situação não foi bem vista pelos espectadores, que criticaram o crossfiteiro.

Racismo

Rodolffo se preparava para o Castigo do Monstro com a ajuda de João Luiz, quando comparou o cabelo do professor de geografia com a peruca da fantasia de pré-história. O mineiro desabafou sobre o caso e aproveitou o Jogo da Discórdia para falar a respeito. No entanto, recebeu mais racismo. A cena causou revolta e levou à eliminação do cantor sertanejo. Juliette também estava no momento da ‘piada’ e riu, além de ter feito um comentário parecido dias antes, mas sobre a lace de Camilla.

Bifobia e homofobia

Os casos acontecem desde o início do programa e sempre passam despercebidos por chegarem disfarçados de ‘brincadeira’. No caso da bifobia, muitos confinados, como Lumena e Juliette, colocaram em dúvida o beijo entre Lucas Penteado e Gilberto. Isso porque o ator não tinha se declarado bi e os brothers acreditaram que poderia ser algum tipo de jogada. O ator pediu acolhimento, especialmente da psicóloga baiana – que é lésbica -, por ter medo da reação da família e amigos quando saísse do reality, mas continuou recebendo críticas dos colegas de confinamento. Então, em um ato de desespero, o ex-brother preferiu deixar a casa mais vigiada do país.

Já Gilberto percebeu olhares de reprovação e até alguns colegas se afastando quando ele chegava no local – como Rodolffo. O cantor e Caio, inclusive, disparavam frases de teor homofóbico contra o economista – mesmo na época que já eram amigos do semifinalista.

E aí, quem merece mais o prêmio de R$1,5 milhão: Camilla de Lucas, Fiuk ou Juliette? Vote na nossa enquete! O BBB21 será transmitido na faixa das 22h40, na Globo.

Acompanhe todas as novidades sobre o BBB21, clique aqui.

Leia Também:

1 comentário
  1. Fernando Lucena Ferreira Diz

    Eu quero saber se eu posso fazer o cartão bolsas família

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.