Filha de Anderson, do Molejo, defende pai de acusações de MC Maylon: “Do bem”

Alessa Crystine, de 27 anos, diz que pai não seria capaz de estupro

0

Alessa Crystine, filha mais velha de Anderson, do Molejo, se pronunciou sobre as acusações de MC Maylon contra o pai nesta terça-feira (23). Em entrevista para Fábia Oliveira, ela diz que o pai não seria capaz de estupro.

Irmã de Anderson, do Molejo, detona MC Maylon após acusações: “Alpinista social”

A empresária de 27 anos diz que as acusações contra o pai são falsas e que em 34 anos de carreira, ele nunca teve publicidade negativa até então:

É um pai que move montanhas pelos filhos. Poderia citar as inúmeras vezes em que meu pai, com pequenos gestos, mostra a sua personalidade e o quanto tem uma alma nobre, mas não posso influenciar ninguém pela minha visão de filha, então prefiro dizer que cabe ao público analisar os 34 anos de carreira artística que ele tem e nunca teve seu nome exposto de maneira negativa.

Alessa se diz confiante de que o pai provará sua inocência: ” Em 27 anos de vida sempre fomos uma família de verdade. Muitas pessoas até acham engraçado, pois minha mãe e meu pai, mesmo separados, são amigos até hoje. Isso só mostra o quanto ele é um cara do bem. Espero que tudo isso fique esclarecido, pois acredito na justiça de Deus. Ela não falha nunca!”

Relembre as acusações

MC Maylon realizou um boletim de ocorrência na 33ª Delegacia de Polícia do Rio de Janeiro (Sulacap) no dia 2 de fevereiro, alegando que foi estuprado por Anderson, do grupo Molejo, em 11 de dezembro de 2020.

Em seu depoimento, ele diz que Anderson o convidou para uma reunião para falar sobre sua carreira. O músico, então, o teria levado para um motel ao invés de um restaurante e em seguida teria tomado seu celular e o jogado na cama, dando tapas em seu rosto.

O jovem revela que tentou escapar, mas Anderson teria o prensado sobre a cama e começou a xingá-lo de “puta” e “piranha”. A vítima diz que avisou que era virgem, mas o cantor não teria dado ouvidos e o penetrou à força.

Em depoimento, Anderson alegou que a relação foi consensual. Em live para o jornalista Betoh Cascardo, ele se referiu à situação de maneira pejorativa e disse que foi “provocado” por MC Maylon. O advogado do cantor de 48 anos diz que processará MC Maylon e sua mãe por calúnia e difamação.

O jovem de 21 anos diz que provará que era virgem e que apenas busca Justiça.

Leia Também:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.