Figueirense inicia pré-temporada em 2022 com cinco caras novas e sonha com dias melhores

Assim, o time catarinense já começou os treinos com cinco novidades no elenco

0

O Figueirense iniciou nesta segunda-feira (3) os trabalhos após as festas de final de ano. Na prática, inicia também o projeto de 2022 e sonha com dias melhores na atual temporada.

Assim, o time catarinense já começou os treinos com cinco novidades para a temporada: Natan Masiero (lateral direito), Vitor Hugor (goleiro), Luis Fernando (zagueiro), Luis Gustavo (meia) e Kelvin (zagueiro).

Veja em seguida: Sevilla vence o Cádiz fora de casa e encurta distância para o líder Real Madrid

Desta maneira, esses reforços vão ajudar o time agora comandado pelo técnico Junior Rocha. A ideia é retomar os bons tempos e voltar a brigar por títulos e, principalmente, pelo acesso à Série B do Campeonato Brasileiro.

Logo, o time iniciou um pesado trabalho físico no Centro de Formação e Treinamento do Cambirela, em Palhoça, na Grande Florianópolis.

Ainda na oportunidade, o presidente Norton Flores Boppré conversou com os atletas no vestiário, antes do início das atividades.

Ao lado do vice-presidente José Tadeu da Cruz, falou sobre as necessidades do time neste ano e sobre os desafios que o Figueirense vai enfrentar.

Após conseguir um acordo na Justiça para sua recuperação judicial e de transformar o clube em SAF (Sociedade Anônima de Futebol), o Figueira espera por dias menos difíceis no campo financeiro.

Isso porque, nesses últimos anos, o clube administra uma dívida que supera os R$ 160 milhões e torna o futebol praticamente inviável.

No entanto, com esse equacionamento, espera não ter mais penhoras e poder investir no futebol do clube.

Veja em seguida: Osasuna perde em casa para o Athletic Bilbao pelo Campeonato Espanhol

Além disso, com a SAF, passa a buscar investidores para comprar o departamento de futebol e seguir o mesmo caminho de Cruzeiro e Botafogo.

De saída

Para este início de temporada, alguns jogadores deixaram o Figueirense. O goleiro Victor Caetano foi para o CRB-AL, o atacante Bruno Paraíba foi para o Ventforet Kofu, do Japão, por empréstimo, e o zagueiro Rayne foi emprestado ao Paraná.

Agora, o Figueira volta a campo no dia 20 de janeiro, no primeiro compromisso do ano. Na oportunidade, encara o arquirrival Avaí na final da Recopa Catarinense. A partida acontece no estádio da Ressacada, em Florianópolis, a partir das 20h30.

Veja em seguida: Santos vence o Operário-PR de virada na estreia da Copa São Paulo de Juniores

 

Avalie o Artigo:

Sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.