Falha de Dedé pode custar a permanência da Ponte Preta na Séria A1 do Campeonato Paulista

Zagueiro foi o responsável pela última derrota.

0

O Campeonato Paulista é uma das competições mais equilibradas do Brasil. Com quase nenhum time dos chamados “sem divisão”, o Paulistão atrai olhares e jogadores de todos os cantos do Brasil. Um dos times que vem sofrendo muito e pode parar na Série A2 é a Ponte Preta. O Novorizontino, clube que disputará a Série B nacional, já está matematicamente rebaixado.

No caso da Ponte, ainda restam duas rodadas para tentar a salvação, sendo que a Macaca está a dois pontos de sair dessa incômoda zona. No entanto, o último jogo era fundamental nessa luta. Ao receber o Água Santa no Moisés Lucarelli, a vitória da Ponte praticamente salvaria a equipe campineiras, já que o Água Santa estava atrás na tabela.

Contudo, vindo em péssima fase na temporada, a Ponte Preta acabou sendo derrotada com requintes de crueldade. Aos trinta minutos da etapa inicial, Dedé, zagueiro multicampeão por Vasco e Cruzeiro, foi tentar recuar uma bola para Ygor Vinhas, tocou curto e viu Vinicius Reis chegar antes e tocar na saída do goleiro. 1 a 0 Água Santa!

Dedé
Zagueiro passou anos da carreira fora por lesão. Foto: PontePress/Álvaro Jr.

Situação da Ponte e lamentação de Dedé

Com mais uma derrota sofrida dentro de casa, a Ponte Preta precisará tirar pontos do Corinthians na próxima rodada, tarefa árdua. Isso porque, por mais que o Timão já esteja classificado, a estreia de Vitor Pereira passou longe de empolgar, o que já pressiona o Corinthians por um resultado melhor. A partida será no próximo sábado (12), às 18h30, na Neo Química Arena.

Voltando à derrota para o Netuno, a Macaca chegou a terceira derrota dentro de casa nesse estadual. Vale lembrar que, além da fraca campanha no Paulista, a Ponte foi eliminada pelo Cascavel na primeira fase da Copa do Brasil, comprometendo uma boa parte do orçamento. A Série B de 2021 já havia sido complicada.

Ou seja, o sofrimento do torcedor ponte-pretano não é de hoje. Já no caso de Dedé, o zagueiro não se perdoou pelo vacilo e disse que foi “um dos piores erros de sua vida”. Vale ressaltar que ele voltava ao time depois de uma lesão muscular. Lesões, inclusive, que atrapalharam e muito a carreira do zagueiro.

Agora, é esperarmos a sequência do campeonato e torcermos para que Dedé e a Ponte Preta deem a volta por cima.

Avalie o Artigo:

Sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.