Fábio Porchat muda de ideia e planeja ter filhos: “Minha esposa quer dois”

O ator é casado com Nataly Mega, que hoje tem 35 anos de idade

0

Fábio Porchat deixou claro, em diversas entrevistas, que não queria ter filhos, mas pelo visto ele mudou de ideia! O comediante, em entrevista ao jornal Extra, nesta sexta-feira (29), diz que a esposa, Nataly Mega, quer ter pelo menos dois herdeiros e, por isso, os óvulos congelados já estão fecundados.

Ex-BBB Patrícia Leitte gastou R$150 mil em procedimentos estéticos

“Já está congeladinha a criança. Tem que ser próximo. Minha mulher quer dois filhos, e ela está com 35. O homem, com 70 anos, engravida gente. A mulher, não. Tem um relógio biológico que fala ‘é agora’. Então, a gente já congelou as coisas e, quando formos colocar, vamos avisar só quando já estiver no sexto mês, que é para as pessoas não ficarem apressando”, garantiu o apresentador de ‘Que História é Essa, Porchat?’.

Fábio acredita que será um pai maravilhoso, mas tem medo de como a criança será: “Como ter controle sobre ele? Eu acho que vou ser incrível, porque eu gosto de criança, gosto de gente, gosto de brincar e estar junto. Tenho possibilidade financeira boa, então posso ter ajuda de uma babá, mas da família também, das avós, que vão amar ficar junto”.

“Acho que vou conseguir viver a minha vida sem enlouquecer tanto por causa dessa rede de apoio. Mas não ter controle sobre o ser humano… Ele pode ser um pequeno Diabo-da-Tasmânia ou uma Madre Teresa de Calcutá”, brincou ele.

Fábio se envolveu em polêmica com filme de Danilo Gentili

Fábio Porchat se pronunciou, em entrevista para o colunista Léo Dias, em março deste ano, após a polêmica sobre o filme ‘Como se Tornar o Pior Aluno da Escola (2017)’. No longa, ele interpreta o professor Cristiano, que, em uma cena em questão, pede para ser masturbado pelos seus alunos.

Os internautas acusaram a obra de “incitar pedofilia”, mas o comediante fez questão de frisar que seu personagem é um vilão: “Vamos lá: como funciona um filme de ficção? Alguém escreve um roteiro e pessoas são contratadas para atuarem nesse filme. Geralmente o filme tem o mocinho e o vilão. O vilão é um personagem mau. Que faz coisas horríveis. O vilão pode ser um nazista, um racista, um pedófilo, um agressor, pode matar e torturar pessoas”.

“O Marlon Brando interpretou o papel de um mafioso italiano que mandava assassinar pessoas. A Renata Sorah roubou uma criança da maternidade e empurrava pessoas da escada. A Regiane Alves maltratava idosos. Mas era tudo mentira, tá gente? Essas pessoas na vida real não são assim”, frisa o ator, deixando claro que ele não tem nada a ver com seu personagem na vida real.

 

Vja também: Gracyanne Barbosa comenta ordem de despejo: “Saem escrevendo sem pensar”

Avalie o Artigo:
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.