Ex-jogador do Palmeiras critica a torcida do Corinthians

Atleta foi convidado do último programa 'Arena SBT'.

0

Em termos de futebol brasileiro, as torcidas geralmente protagonizam lindos espetáculos nas arquibancadas. Na última final da Copa Libertadores, por exemplo, as torcidas de Palmeiras e Flamengo deram um verdadeiro show em Montevidéu. Pela Copa do Brasil, a torcida do Cruzeiro aplaudiu o time mesmo após o 3 a 0 sofrido diante do Fluminense. Quer dizer, o torcedor brasileiro é apaixonado.

Entretanto, uma das coisas mais escutadas no meio do futebol é sobre a força da torcida do Corinthians. Isso porque, apesar de ser menor que a torcida do Flamengo em número, sempre foi considerada como uma torcida que apoia durante os 90 minutos. Isto é, antes e depois do jogo até acontecem vaias e xingamentos, mas enquanto a bola estiver rolando o apoio é incondicional.

No entanto, durante o programa ‘Arena SBT’ da última segunda-feira (25), na qual o ídolo corinthiano Emerson Sheik é presença frequente, Kleber Gladiador discordou do fato da torcida do Corinthians ser especial. Para ele, a torcida do Timão é comum. Confira o trecho da fala do Gladiador:

“Não acho. Acho uma torcida comum, normal, como todas as outras. Não vejo nada de diferente. Já vi vaiar, sim. Em 2007 (ano do rebaixamento) era vaia todo jogo, xingava e pressionava o jogador. A gente sabe que a mídia é bem corintiana”. 

Palmeiras
Kleber também passou pelo Grêmio entre 2012 e 2014. Foto: Lucas Uebel / Getty Images.

A carreira de Kleber, ex-jogador do Palmeiras

Revelado pelo São Paulo, Kleber Gladiador apareceu para o cenário nacional durante a campanha da Copa Sul-Americana de 2003. Na sequência, foi vendido ao Dínamo de Kiev-UCR e passou anos longe do Brasil. De volta ao futebol brasileiro, suas passagens mais marcantes foram em Grêmio, Cruzeiro e Palmeiras. Neste último, ele teve duas passagens: em 2008 e entre 2010 e 2011.

Atualmente, Kleber está com 38 anos e pendurou as chuteiras em 2020, quando atuava pelo Austin Bold-EUA. Por fim, é interessante lembrarmos que Kleber chegou até a ter uma carteirinha de torcedor da Gaviões da Fiel. Isso porque, quando era garoto, seu pai o levava para assistir jogos do Timão. Por ironia, seu melhor momento como atleta veio com a camisa do maior rival.

Avalie o Artigo:
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.