Espanha aprova projeto que descriminaliza eutanásia no país

Projeto passou depois de muitas semanas de discussão. Aprovação de texto da eutanásia foi uma vitória da esquerda e derrota da igreja católica

0

A Câmara dos Deputados da Espanha aprovou um projeto que descriminaliza a prática da eutanásia no país. Agora, o texto vai para o Senado e depois volta para que a Câmara faça novas alterações ou aprove de vez a ideia.

Em caso de aprovação final, a Espanha passaria a ser o quarto país da União Europeia a aprovar a prática de suicídio assistido. Pelo texto atual, o país passaria a permitir a eutanásia em casos de doenças sérias, incuráveis ou debilitantes.

Além disso tudo, o paciente precisa estar em um “sofrimento insuportável”. No final, o projeto passou com aprovação de placar 198 a 138. Nas ruas muita gente criticou o projeto. Mas pesquisas de opinião mostram que a maioria absoluta dos espanhóis são favoráveis ao texto.

Partidos mais conservadores e religiosos se opuseram categoricamente ao projeto. O partido Vox, por exemplo, classificou o projeto como “a vitória da cultura da morte”. Por outro lado, a coalizão de esquerda que governa o país comemorou o resultado.

Hoje, a Espanha pune com 10 anos a prática de eutanásia. Isso quer dizer que se você ajudar uma pessoa a se matar mesmo com o argumento de acabar com o sofrimento dela, você vai passar por um processo criminal por homicídio.

Eutanásia da Espanha

Esse é também o entendimento da igreja católica, que goza ainda de muita influência no país europeu. A igreja, aliás, considera a prática da eutanásia como nada mais do que um homicídio. Cartas mostram que a igreja diz que políticos que apoiam a causa “são assassinos”.

Seja como for, a pressão da igreja não fez diferença neste sentido. A tendência é que o projeto passe por uma aprovação também no Senado. No Brasil, a prática da eutanásia segue sendo vista criminalmente como um homicídio.

Avalie o Artigo:

Sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.