Entenda porque a Netflix terá planos com propagandas

0

Na última sexta-feira (24), durante o festival de publicidade Cannes Lions, o co-CEO da Netflix, Ted Sarandos, confirmou que a plataforma terá novos planos com a inclusão de anúncios publicitários, para atrair novos clientes. 

Esta solução veio logo após o primeiro trimestre de 2022, quando o streaming perdeu 200 mil assinantes. A nova estratégia visa reverter ou, pelo menos, diminuir essa queda inesperada. 

“Deixamos um grande segmento de clientes fora da mesa, que são pessoas que dizem: ‘Ei, a Netflix é muito cara para mim e não me importo de ver anúncios”’, declarou o executivo durante o evento para o The Hollywood Reporter. “Adicionamos um plano com anúncios; não estamos adicionando anúncios à Netflix como você a conhece hoje. Estamos adicionando um plano com anúncios para pessoas que dizem: ‘Ei, quero um preço mais baixo e assistirei a anúncios'”.

Em abril, a Netflix revelou o seu balanço financeiro, que mostra que em 10 anos, a empresa observou pela primeira vez, uma decrescente no número de usuários pagos. A plataforma previu 2,5 milhões de assinantes novos no primeiro trimestre de 2022.

Atriz de Euphoria entra para o elenco da nova adaptação de Jogos Vorazes

Como será feito?

A plataforma ainda não divulgou quando este novo plano entrará em vigor, mas Sarandos explicou que as propagandas não serão incluídas em todo o serviço da Netflix. 

Os planos existentes devem permanecer e, assim, um dos planos oferecidos poderá ter a opção das propagandas, tornando-o mais barato. 

Nos Estados Unidos, a plataforma de streaming HBO Max, já oferece ao público um plano com propagandas. 

Quer ganhar dinheiro assistindo a filmes e séries da Netflix? Saiba como

Aumento dos planos 

O último aumento nos planos, no Brasil, foi feito em julho de 2021 e gerou revolta do público nas redes sociais. Confira a tabela:

Plano da NetflixPreço mensal novoPreço mensal antigoAumento
Básico(1 tela, sem HD)R$ 25,90R$ 21,9018,3%
Padrão (2 telas, até Full HD)R$ 39,90R$ 32,9021,3%
Premium (4 telas, até 4K HDR)R$ 55,90R$ 45,9021,8%

Fim do compartilhamento de senha 

Em março, a plataforma anunciou outra mudança: a cobrança de taxas extras para quem compartilhar a assinatura da conta. No Chile, Costa Rica e Peru, a empresa já iniciou a fase de testes e essa cobrança ocorre para aqueles que não moram na mesma residência.

Dependendo do país, a taxa fica entre US$ 2,12 e US$ 3. 

 

Veja também: Streaming: brasileiros gastam muito com assinaturas

 

Avalie o Artigo:

Sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.