Entenda a discussão entre o INSS e os peritos que não querem voltar

Uma grande quebra de braço de narrativas eclodiu entre o INSS e os peritos. No meio dessa confusão está o beneficiário

1

Na última segunda-feira (14), milhares de beneficiários do INSS foram pegos de surpresa. O motivo: eles não conseguiram fazer a perícia médica mesmo com o agendamento. É que mesmo com o retorno do atendimento nas agências, os peritos não voltaram.

E como se sabe, sem médico perito não há como existir perícia. Muitos beneficiários acabaram voltando para casa sem ter nenhuma informação. O fato é que muita gente não entendeu o que aconteceu até hoje. Mas nós vamos tentar explicar toda a confusão.

É que há uma grande discussão interna entre o INSS e os médicos peritos neste momento. Os peritos afirmam que as agências não possuem estrutura de segurança contra a Covid-19. Já o INSS afirma que os peritos estariam pedindo por questões que vão além do combate ao coronavírus.

Em nota, o INSS argumentou que os peritos estão exigindo questões como “rota de fuga para os profissionais”. Ou seja, isso não necessariamente tem relação com a Covid-19. Além disso, o INSS afirmou que as agências que não atendiam a estas exigências já não estariam programadas para abrir nesta segunda (14).

De fato, algumas agências já atendiam essas reivindicações dos peritos. Mas eles decidiram que não iriam aparecer nem nestas agências prontas. Eles argumentaram que seria uma “irresponsabilidade” abrir “10 enquanto 900 estão fechadas”.

A Associação Nacional de Médicos e Peritos (ANMP) argumentou que a Covid-19 acabou mostrando a urgência das carências dessas agências. Eles afirmam que faltariam itens básicos como pias, sabão e latas de lixo.

INSS x Peritos

Mas o fato mesmo é que no meio dessa quebra de braço está o beneficiário. Boa parte deles são idosos que precisam de uma avaliação. Essas pessoas esperam por respostas que não estão chegando de fato.

Em nota, o INSS afirmou que está realizando novas vistorias nas agências nesta quarta-feira (16). Seja como for, não se sabe qual será o resultado destas investigações. Assim, neste momento, não há sequer uma data de retorno para os exames.

1 comentário
  1. Josias A Miranda Diz

    Lamentável o usuário segurado ter que arcar com as consequências dessa irresponsabilidade. Fico me perguntando: Se as agências abertas do INSS representam tanto risco assim, porquê só a perícia médica não voltou? Se o atendimento é agendado sem provocar aglomerações qual o agravamento do risco? Será que só os Médicos Peritos do INSS ainda não aprenderam a se cuidar e conviver com essa nova realidade? Será que estão isolados em casa ainda? Com certeza não estão dependendo de perícia médica para poder ter seu salário e poder comprar comida e pagarem suas contas todo mês!!!

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.