Enfermeira vai receber R$50 mil após ser agredida por filha de paciente

Caso em questão aconteceu em Santos. A enfermeira foi agredida e ficou com graves debilidades físicas e psicológicas na época

0

Uma enfermeira de Santos vai receber uma indenização no valor de R$50 mil por danos morais e estéticos. O motivo: ela sofreu uma forte agressão da filha de um dos seus pacientes. O Tribunal considerou a falta de segurança no hospital.

Esse caso não tem relação nenhuma com a pandemia do novo coronavírus. De acordo com as informações do processo, tudo aconteceu ainda em agosto de 2018. O cenário para o crime foi o Complexo da Zona Noroeste de Santos, que tem administração da Prefeitura.

Na época, câmeras de segurança mostraram o momento exato em que a enfermeira Maria Lúcia Bortolucci Lima sofre as agressões. Nos vídeos é possível ver que uma segunda filha do paciente agride também uma técnica de enfermagem que estava no local.

O que se sabe sobre esse caso é que as duas trabalhadoras tiraram licença na época. Mas só a enfermeira sofreu os danos mais duradouros. De acordo com o processo, ela desenvolveu transtornos físicos e psicológicos graves.

Por isso, a 1ª Câmara de Direito Público do Tribunal de Justiça de São Paulo deu ganho de causa para a empregada. O desembargador Aliende Ribeiro disse que esse caso demonstra a falta de segurança. É daí portanto que ele decidiu punir a Prefeitura da cidade.

Além da enfermeira

Agressões aos profissionais de saúde são uma realidade no Brasil. Desde esse caso em 2018, o país vem registrando uma série de outros episódios semelhantes. A pandemia do novo coronavírus, aliás, acelerou e escancarou esse problema.

Estados como Goiás, por exemplo, tiveram que realizar campanhas para evitar que a população seguisse agredindo os médicos. Familiares de doentes e de mortos não se conformavam com os laudos médicos ou mesmo com os possíveis atrasos nos atendimentos e partiam para a agressão.

Leia Também:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.