Energia renovável mais eficiente graças à Inteligência Artificial

0

A tecnologia está cada vez mais imposta no nosso dia e caminhamos a passos largos em direção a um futuro cada vez mais tecnológico. E já que falamos de tecnologia, iremos mencionar dois setores cada vez mais presentes, tais como a Inteligência artificial e no que beneficia as energias renováveis em relação à sua eficiência energética.

As fontes de energia renovável são o nosso futuro energético, e não há dúvidas que o seu aproveitamento ainda pode ser muito melhorado e aplicado no nosso quotidiano. No entanto, a eficiência das energia renováveis do futuro podem ser ainda melhores com a aplicação da Inteligência Artificial (IA).

O que é a inteligência artificial?

A inteligência artificial é uma das tecnologias mais inovadoras devido às suas implicações na otimização industrial de diversos setores. Um deles é mesmo o do mercado da energia, em particular o das renováveis. É por isso que muitas empresas de energia estão começando a aplicar Inteligência Artificial e ferramentas de controle de “machine learning” na demanda e produção de energias renováveis.

A geração de energias renováveis geradas através de várias fontes, está relacionada com fatores climáticos e isso influencia a produção de energia, que não é uma variável constante como o consumo. A tecnologia IA permite prever quando existe uma diminuição da produção de eletricidade com a demanda do consumidor para equilibrar a quantidade de energia disponível no sistema. Assim é possível oferecer um melhor serviço na medida em que cortes ou falta no fornecimento de energia elétrica em horas e zonas específicas, onde nem sempre possa ser possível atender a demanda apenas com energias renováveis.

A  inteligência artificial usa outra inovação tal como o Big Data e análise de dados para que seja prever com pelo menos 36 horas de antecedência zonas geográficas a produção e geração de energia renovável terá alguma diminuição e os picos de demanda que irão ocorrer, para que a concessionária possa aumentar essa produção em outras áreas com melhores condições climáticas para compensar a perda.

Os algoritmos da IA levam em consideração elementos que fazem parte do tempo para prever em quais áreas geográficas a intensidade do vento ou do sol será reduzida e, portanto, em quais áreas haverá menos produção de energia renovável e a quando e onde essa demanda de eletricidade aumentará.

Só através desses dados, a inteligência artificial consegue gerenciar o aumento da produção nas usinas de energia renovável que apresentem melhores condições climáticas nesse momento, com o objetivo de equilibrar a quantidade de energia elétrica que é mantida no sistema elétrico para distribuição.

Esse sistema de gerenciamento inteligente compensa, em tempo real, todas as alterações ambientais, levando a uma otimizando a produção de energia limpa, não sendo necessário recorrer a um reforço. Até agora esse reforço assentava no uso dos combustíveis fósseis para gerar energia elétrica de forma urgente para cobrir picos de demanda em vários locais.

A tecnologia da inteligência artificial é um aliado vital no que diz respeito à eficiência energética das energias renováveis.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.