Embraer encerra fevereiro com as ações mais valorizadas do Ibovespa

Empresas que sofreram em 2020 com a pandemia começam a se recuperar

0

O mês de fevereiro chegou ao fim trazendo um resultado negativo para o Ibovespa. Contudo, mesmo com bastante instabilidade, 27 das 81 ações do principal índice acionário da bolsa brasileira conseguiram acumular ganhos no segundo mês do ano. E a Embraer liderou esses avanços, disparando quase 40%.

Em resumo, o Ibovespa encerrou janeiro no vermelho, e até iniciou fevereiro revertendo o prejuízo. No entanto, a recuperação não teve força para se manter, e o principal índice acionário da bolsa brasileira caiu mais uma vez. Agora, o Ibovespa fechou fevereiro recuando 4,37%, puxado tanto por questões internas quanto externas. Assim, na parcial de 2021, o índice registra um tombo firme de 7,55%. E não havia como ser diferente, já que os saldos mensais, até agora, foram apenas negativos.

Apesar disso, empresas de commodities e insumos básicos conseguiram se destacar em fevereiro. Isso aconteceu, principalmente, por causa da alta de 18% do petróleo e de 11% do minério de ferro no mercado internacional. Assim, empresas como Vale, Gerdau, Suzano e Usiminas figuraram entre as melhores posições do Ibovespa em fevereiro. Mas nenhuma delas conseguiu superar os ganhos da Embraer.

 

Veja mais detalhes dos maiores ganhos no mês

A Embraer foi impulsionada pela notícia de um contrato com a companhia aérea Lufthansa. A saber, o presidente da empresa alemã, Carsten Spohr, afirmou que as negociações entre as empresas envolviam a substituição de aviões maiores por menores. Isso fez as ações da Embraer dispararem no último dia 17. E o resultado mensal foi impressionante: avanço de 39,14%.

Em seguida, veio a Brasken, que produz insumos como resinas, plásticos e PVC, disparando 29,07%. Nesse caso, a petroquímica subiu, pois resolveu diversas pendências que a prejudicaram no ano passado. Por exemplo, firmou novos contratos com a Petrobras, reativou sua operação de cloro e soda em Maceió e retomou a produção de uma subsidiária no México. Além disso, foi beneficiada com a alta de 2,45% do dólar em fevereiro frente o real. Aliás, no ano, a divisa americana acumula apreciação de 8,05%.

Por fim, fechando o top cinco, ficaram: Usiminas PNA (23,03%), Eletrobras PNB (19,77%) e PetroRio ON (18,61%). Vale ressaltar o avanço das ações da Eletrobras, mesmo após as interferências políticas do presidente Bolsonaro na Petrobras, cujos papéis afundaram 18,95% em fevereiro. A Eletrobras seguiu o caminho inverso, apesar do crescente receio entre os investidores sobre uma maior ingerência governamental em outras estatais. E isso aconteceu com o anúncio da intenção do governo em privatizar a Eletrobras. A propósito, Bolsonaro entregou nesta semana ao Congresso Nacional uma Medida Provisória para a privatização da estatal.

 

LEIA MAIS

Preços do petróleo sobem em semana marcada por incertezas

Bolsas europeias acumulam perdas em semana de estresse global

Leia Também:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.