Emagrecer na adolescência é importante para a saúde cardíaca

1

Emagrecer na adolescência é importante pois o risco da doença cardíaca começa cedo.

Emagrecer na adolescência

Emagrecer na adolescência é importante para a saúde cardíaca

A doença cardíaca causa cerca de 31% de todas as mortes no mundo todo a cada ano.

Embora a condição seja frequentemente associada a adultos mais velhos, o aumento da inatividade na infância e os baixos níveis de condicionamento físico significam que os fatores de risco associados a doenças cardíacas são mais comuns entre adolescentes do que a maioria das pessoas pensa.

Pesquisas descobriram que jovens de baixa renda têm maior probabilidade de não estar em forma. Além disso, se tiver um histórico familiar de obesidade, aumentará a probabilidade de desenvolver doenças cardíacas mais tarde. Por isso é importante emagrecer na adolescência e não ficar acima do peso.

No entanto, a maioria dos casos de doenças cardíacas pode ser evitada com o gerenciamento desses fatores de risco. O desenvolvimento de hábitos saudáveis ​​na adolescência pode ser uma forma de garantir um coração saudável na vida adulta.

O estudo teve como objetivo fornecer mais clareza sobre quais fatores podem prever a probabilidade de desenvolver doenças cardíacas na vida adulta – e como é possível a preveni-la.

As principais causas de problemas cardíacos são:

  • artérias rígidas;
  • hipertensão;
  • estilos de vida sedentários;
  • excesso de peso.

A rigidez arterial é um fator importante no desenvolvimento de doenças cardíacas. Já que artérias rígidas dificultam o fluxo do sangue. Dessa forma, se faz importante emagrecer na adolescência.

O hábito de seguir uma vida saudável começa cedo!

A pesquisa sugeriu que emagrecer na adolescência é importante para evitar o risco de doenças cardíacas na vida adulta.

Gostou das dicas para perder peso e evitar ter doenças cardíacas no futuro? Então, compartilhe conosco sua opinião.

1 comentário
  1. […] e para manter o colesterol baixo. Já que a fibra também demonstrou reduzir o risco de doenças cardíacas, diabetes, obesidade e […]

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.