Em SC, criança é encontrada morta dentro de casa com sinais de estrangulamento

O pai, que confessou o crime, disse que cometeu o ato utilizando uma camiseta, pois não aguentava mais ver a menina sofrendo com o fim do relacionamento dele com sua mãe

0

Um fato triste foi registrado em Guaramirim, no Norte de Santa Catarina, na noite de sábado (12): uma menina, de 5 anos, foi encontrada morta com sinais de estrangulamento. De acordo com a Polícia Civil, quem encontrou a criança, que estava em casa, foi o Corpo de Bombeiros.

Vídeo mostra dois sendo mortos dentro de carro pela PM após assalto em SP

De acordo com a corporação, a garota, Evylin Vitória Modrok, foi encontrada sem vida e com um inchaço na região do pescoço, sinalizando estrangulamento. Paulo Venera, delegado à frente do caso, disse que o pai da vítima, de 39 anos, confessou o assassinato.

Segundo a corporação o motivo para que o pai cometesse o assassinato da filha seria a separação dos pais, que ocorreu há cinco meses. Em março deste ano, a mãe da vítima já havia registrado um boletim de ocorrência contra o homem.

O pai, que confessou o crime, disse que cometeu o ato utilizando uma camiseta, pois não aguentava mais ver a menina sofrendo com o fim do relacionamento dele com sua mãe
O pai, que confessou o crime, disse que cometeu o ato utilizando uma camiseta, pois não aguentava mais ver a menina sofrendo com o fim do relacionamento dele com sua mãe. (Foto: reprodução)

Na ocasião, a mulher revelou que o pai havia ameaçado matar a filha e também se matar caso a mulher não voltasse para ele – não foram revelados mais detalhes sobre essa ocorrência.

Ao chegar na cena do crime, os agentes encontraram o pai da menina no local do assassinato com alguns ferimentos provocados por uma faca na região do pescoço e no pulso. Ele foi encontrado ao lado da filha em cima da cama, informou a polícia.

Na delegacia, ele disse para o delegado que cometeu o ato contra a criança utilizando uma camiseta, porque não aguentava mais ver a menina sofrendo com o fim do relacionamento.

Após ser capturado, o suspeito foi levado para o hospital em Jaraguá do Sul, também em Santa Catarina. Por lá, ele recebeu atendimento médico e foi levado até a delegacia, onde prestou depoimento – ele foi autuado por homicídio qualificado. Já o corpo de Evylin Vitória Modrok foi enterrado neste domingo (13) no cemitério municipal de Guaramirim.

Leia também: Suspeito é preso após matar esposa e deixar a filha ferida em SP

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.