Educação financeira: parceria do MEC vai qualificar professores

0

Uma parceria firmada entre o Ministério da Educação (MEC) e a Comissão de Valores Imobiliários (CVM) qualificará cerca de 500 mil professores da rede pública em educação financeira. Segundo o MEC, os cursos terão início em julho e farão parte do currículo continuado de formação de professores da rede básica, tanto em escolas públicas quanto particulares.

Os cursos de formação – que terão duração de 40 horas-aula – serão feitos na modalidade ensino a distância (EaD) por conta da pandemia. Com isso, eles visam a auxiliar educadores a incentivar práticas de saúde financeira e empreendedorismo em jovens.

Como será a capacitação em educação financeira

Ainda de acordo com dados do Ministério da Educação, o Brasil tem atualmente 2,3 milhões de professores nos ensinos básico e fundamental. Dessa forma, a estimativa do ministério é atingir pelo menos 25% desses profissionais.

Os conhecimentos sobre educação financeira, no entanto, não farão parte de uma nova disciplina, e serão incorporados à grade curricular já existente de forma complementar ao ensino das matérias já adotadas.

Segundo nota publicada pela CVM, a responsabilidade da infraestrutura de aprendizagem do curso ficará por conta da entidade. Por sua vez, cada instituição deve desenvolver a plataforma digital de ensino. Ao Ministério da Educação, caberá engajar os professores e divulgar a plataforma, além de articular a inclusão do conhecimento nas escolas.

A novidade faz parte de uma exigência de melhoria da educação básica das escolas, englobando conhecimentos que vão além da grade curricular tradicional. Com a educação financeira, por exemplo, os alunos ganham autonomia com o dinheiro e têm a oportunidade de entrar em contato com conceitos importantes para a saúde financeira antes mesmo de começarem a trabalhar.

E aí, o que você achou da notícia? Deixe seu comentário abaixo e compartilhe o artigo nas redes sociais!

Fonte: Agência Brasil

Leia mais: “Explicando… dinheiro”: série ensina sobre educação financeira

Covid-19: SP antecipa vacinação de profissionais da educação acima de 18 anos para sexta (11)

Auxílio emergencial de R$ 1.500 para profissionais da Educação foi aprovado; confira detalhes

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.