Duas crianças negras são agredidas ao tentar vender doces em restaurante

As imagens revelam que as duas crianças que estavam vendendo doces foram agredidas a tapas e expulsas do local pelo dono do estabelecimento

1

Um vídeo triste tem sido assunto nas redes sociais desta terça-feira (22). Isso porque as imagens, gravadas na segunda (21), revelam que duas crianças negras, que estavam vendendo doces dentro do restaurante Malibu, localizado em Campina Grande (PB), foram agredidas a tapas e expulsas do local pelo próprio dono do estabelecimento.

Leia também: Batida entre ônibus e caminhão deixa 7 pessoas mortas e 34 feridas

De acordo com a Polícia Militar (PM), o dono do estabelecimento, o empresário Luiz Manuel Medeiros Costa, de 60 anos, foi preso em flagrante. Todavia, ele já está na rua, visto que, segundo a PM, ele prestou depoimento, foi liberado e responderá pelo crime de lesão corporal.

Abaixo você confere um vídeo feito por uma testemunha que mostra um dos meninos com a orelha deformada e inchada, relatando as agressões que sofreu do suspeito. Durante a gravação, é possível ver o menino chorando e passando a mão na orelha. Enquanto isso, a outra criança questiona: “Por que ele não faz isso com um adulto?”.

Criança passa por exames 

De acordo com as informações, o menino que teve a orelha lesionada passou por exame de corpo de delito no Instituto de Polícia Científica (IPC) do estado e depois foi levado para a Central de Flagrantes. Lá, ele foi entregue ao pai.

Segundo a Polícia Civil, “como não houve lesões graves, a polícia só precisou o corpo de delito no IPC”. Além disso, a entidade informou que o caso será transferido para a Delegacia da Infância e Juventude, que investigará se houve outros crimes cometidos pelo empresário contra os dois meninos, além das agressões.

Avalie o Artigo:

Sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.