Doria volta dos EUA após vice-governador ser diagnosticado com Covid-19

Mais cedo, a viagem de Doria causou um alvoroço nas redes sociais, visto que a viagem para os Estados Unidos foi anunciada um dia após o mesmo governador decretar um forte endurecimento da quarentena no estado de São Paulo

2

Não durou nem 24h as férias do governador João Doria (PSDB) em Miami, nos Estados Unidos. O líder do estado de São Paulo anunciou nesta quarta-feira (23) que retornará de suas férias após o vice-governador, Rodrigo Garcia (DEM), testar positivo para Covid-19.

Leia também: Prefeitos do litoral decidem fechar as praias no Réveillon

Rodrigo Garcia fez exames no hospital Sírio-Libanês e recebeu o resultado na manhã de hoje (23). Ele procurou a unidade hospitalar após apresentar sintomas do vírus. Mais cedo, a viagem de Doria causou um alvoroço nas redes sociais.

Isso porque a licença de dez dias para viajar com a mulher, Bia Doria, para os Estados Unidos, foi anunciada e executada um dia após o mesmo governador decretar um forte endurecimento da quarentena no estado de São Paulo.

O estado voltou à fase vermelha do plano que visa frear a disseminação da Covid-19 na região. A decisão determinou restrições de funcionamento em todo estado. Desta forma, apenas serviços essenciais como transporte, saúde, padarias, mercados e farmácias poderão funcionar nos dias 25, 26 e 27 de dezembro e 1, 2 e 3 de janeiro.

A decisão do governo determinou restrições de funcionamento em todo estado. (Foto: reprodução)

“Acabo de receber a notícia de que o vice-governador testou positivo para Covid-19. Por conta disso, estou cancelando minha licença e retorno ainda hoje para SP para seguir o trabalho à frente do Governo. Desejo pronta recuperação ao Rodrigo Garcia”, tuitou Doria em sua conta no Twitter.

Rodrigo Garcia é mais um do governo com Covid-19

De acordo com o Governo do Estado de São Paulo, o vice de Doria irá permanecer cumprindo agenda virtual de trabalho enquanto estiver em quarentena. Além do vice e do próprio governador, outros dois integrantes do governo estadual já contraíram a doença: o secretário de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi, e o secretário de Educação, Rossieli Soares.

Avalie o Artigo:

Sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.