Dória anuncia que vai acoplar 2500 câmeras nas fardas de policiais

O Governador de São Paulo não deu mais detalhes sobre essa ação. Mas o Governo explica que as câmeras irão para os batalhões mais letais

1

O Governador de São Paulo, João Dória, anunciou a compra de 2500 câmeras para acoplar na farda de policiais militares. No último mês de julho, o governador já falou sobre isso e alguns policiais já estão usando o equipamento.

De acordo com os dados oficiais, o Governo já colocou câmeras nas fardas de 500 policiais de ao menos três batalhões. Não está claro se essa medida reduziu a letalidade nesses batalhões. Mas está claro que essa redução é o objetivo do Governo.

Nessa nova leva, João Dória prometeu as 2500 novas câmeras. Estamos falando portanto de um total de 500 câmeras. Seja como for, é uma quantidade bem menor do que a totalidade de policiais militares no estado de São Paulo.

De acordo com o próprio governo, o estado de São Paulo possui algo em torno de 90 mil policiais. Assim, a quantidade de câmeras cobriria apenas uma pequena parcela desse efetivo. Mas o Governo disse que essa é só uma medida inicial.

Além disso, a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo (SPP) explicou que essas primeiras câmeras estão indo para os batalhões mais letais do estado. Dessa forma, são aqueles em que os índices de assassinatos por policiais são maiores.

Eficácia das câmeras

Na comunidade científica há uma certa confusão sobre o uso desses equipamentos. Parte dos estudos mostram que elas são de fato eficazes, outra parte afirma que elas não funcionam muito para a finalidade de diminuir a letalidade policial.

“Estudos internacionais mostram que não é conclusivo que esse tipo de equipamento vá reduzir violência policial e uma série de coisas. Tem que tomar cuidado para esse tipo de iniciativa não ser um mero marketing do governo”, disse Rafael Alcadipani, pesquisador de segurança pública da Fundação Getúlio Vargas (FGV).

Avalie o Artigo:

Sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.