Dólar começa semana em alta e encerra segunda (12) cotado a R$ 5,72

Riscos políticos e fiscais, além da pandemia da Covid-19, impulsionam moeda

1

O dólar comercial encerrou esta segunda-feira (12) subindo 0,81%. Com isso, fechou o dia cotado a R$ 5,7204. Aliás, na maior parte da manhã, a moeda americana até operou no vermelho. No entanto, os riscos políticos internos e a crise sanitária derrubaram o real no decorrer do pregão.

Um ponto que não tem como passar despercebido é a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para apurar as ações do governo federal no combate à pandemia da Covid-19. Por isso, muitos investidores estão atentos ao desenrolar dessa nova situação.

Por falar em pandemia, o Brasil vive o pior momento da crise sanitária. São milhares de mortes e dezenas de milhares de casos registrados todos os dias. Diversos estados possuem fila de espera para leitos em enfermaria e UTI. Enquanto isso, a vacinação ainda segue a passos lentos.

Em resumo, toda essa situação com a pandemia traz diversos riscos no cenário doméstico. Em primeiro lugar, por causa da própria doença, que faz o Brasil ser considerado um grande disseminador do novo coronavírus. Inclusive, diversos países estão proibindo voos oriundos do Brasil.

 

Riscos políticos e fiscais preocupam o mercado

Além disso, os riscos políticos, envolvendo a CPI, tão discutida recentemente, e o Orçamento para a União em 2021 continuam presentes no radar dos operadores. No último caso, o texto ganhou aprovação mesmo com o furo do teto de gastos, o que preocupa ainda mais os mercados.

Esse teto até pode ser ultrapassado, como aconteceu no ano passado, mas há questões específicas para isso. Por exemplo, em 2020, a decretação do estado de calamidade por causa da pandemia permitia essa extrapolação do teto de gastos públicos.

Agora, em 2021, o Brasil não está mais em estado de calamidade, pelo menos não no papel. Dessa forma, havendo furo do teto, o presidente Jair Bolsonaro pode receber implicação de crime de responsabilidade fiscal, caso aprove o texto. A velha conhecida pedalada fiscal.

Por fim, vale destacar a nova projeção do mercado financeiro, que indicou mais uma elevação da projeção do país neste ano, passando de 4,81% para 4,85%. Ao mesmo tempo, o dólar também deve encerrar o ano mais caro, cotado a R$ 5,37. Já o PIB brasileiro caiu novamente, de 3,17% para 3,08%.

 

Leia Mais: Balança comercial tem superávit de US$ 3,485 bilhões até 2ª semana de abril

Leia Também:

1 comentário
  1. […] Leia Mais: Dólar começa semana em alta e encerra segunda (12) cotado a R$ 5,72 […]

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.