Doenças sexualmente transmissíveis (DST): o que são, como prevenir

2

As Doenças sexualmente transmissíveis (DST) são passadas a partir de inúmeras formas de contágios. Entretanto, o meio mais comum é através de relações sexuais sem o uso da camisinha. Em suma, elas podem se manifestar através de corrimentos, manchas, bolhas, verrugas e dores. Existem inúmeros tipos e cada um deles possuem uma forma diferente de tratamento.

Pensando nisso, o Brasil 123 separou uma lista com as principais Doenças sexualmente transmissíveis (DST) juntamente com as características de cada uma.

AIDS:

Ele é causado pelo vírus do HIV (vírus da imunodeficiência adquirida). Dessa forma, estará comprometendo todo o sistema imunológico. Logo, o corpo não consegue mais realizar algumas funções que antes eram básicas e as agressões externas começam a aparecem cada vez mais: bactérias, vírus, fungos e parasitas.

Além de ser adquirido pelo contato sexual sem proteção, pode ser passado através de uso de seringas contaminadas com o sangue.

Gonorreia DST:

Causada pela bactéria gonococo e é uma das Doenças sexualmente transmissíveis (DST) mais comuns. Ela costuma ficar no colo do útero ou uretra. Além disso, em pessoas que praticam sexo oral também pode encontrar na garganta. Os sinais mais comuns são dores e ardências na região.

Quando passadas para os recém nascidos através da mãe, é comum que afete a visão da criança e até ocasione uma perde total dela.

Atualmente, é estimado que cerca de 1% da população tenha a bactéria Neisseria gonorrhoeae no corpo.

Herpes:

Ela não é transmitida apenas pelo contato sexual. Existe a labial e a genital e pode apresentar  inflamação nos gânglios e surgimento de bolhas após o período de incubação de 10 a 15 dias.

Depois de um tempo, essas bolhas estouram e o corpo se cura sozinho ao criar uma camada protetiva. Entretanto, enquanto isso não acontece, é notável a presença de dores e desconfortos.

Apesar de não possuir cura, existem algumas medicamentos como o aciclovir que contribui para o tratamento da infecção. É recomendado que ele seja utilizado apenas se o vírus estiver ativo. O valor dele é bem em conta e na internet é possível encontrar à venda por apenas R$5.

Sífilis DST:

Ela pode ser curada com o uso de antibióticos. Entretanto, é necessário buscar a cura assim de início porque quando estiver em estado mais avançado, controlar a doença é muito difícil.

Apesar de ser uma Doenças sexualmente transmissíveis (DST), também pode ser passada da mãe para o filho ou ao compartilhar agulhas / instrumentos cortantes.  Caso queira ler mais sobre a doença, basta clicar aqui.

Em suma, o artigo listou apenas 04 Doenças sexualmente transmissíveis (DST), entretanto, existem muitas outras delas como a clamídia, cancro mole e tricomoníase.

Avalie o Artigo:

Sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.