DJ Ivis pede à Justiça que proíba ex de falar sobre agressões; juíza nega

Na ação, a defesa de DJ Ivis alega que os fatos publicados relativos à violência doméstica são mentirosos e ainda prejudicam a reputação da celebridade

0

A defesa de DJ Ivis pediu à Justiça que determinasse que o conteúdo em que ele aparece agredindo a ex, Pamella Holanda, fosse retirado das redes sociais. Todavia, nesta segunda-feira (12), a juíza Maria José Sousa Rosado de Alencar, da Comarca de Fortaleza, negou o pedido feito pelo artista.

Além do pedido relatado, o músico também solicitava que Pamella fosse proibida de comentar sobre o assunto com a imprensa, “principalmente onde citem a filha menor”. A demanda também foi negada na Justiça. Todas essas solicitações acontecem horas depois da ex de DJ Ivis, assim como publicou o Brasil123, divulgar em suas redes sociais as imagens em que sofre agressões do artista.

Na ação movida pela defesa do artista, o advogado moveu um processo de calúnia contra Pamella sob a alegação de que os fatos publicados relativos à violência doméstica são mentirosos e ainda prejudicam a reputação da celebridade.

Pamella publicou o vídeo onde aparece sendo agredida pelo DJ Ivi na frente da filha do casal, de uma mulher e também de um outro homem.
Pamella publicou o vídeo onde aparece sendo agredida pelo DJ Ivis na frente da filha do casal, de uma mulher e também de um outro homem. (Foto: reprodução)

No entanto, na decisão, a juíza Maria José, afirma que é “impossível analisar o pedido, além do que a concessão de tal pretensão, nos moldes formulados representaria afronta ao direito fundamentada livre expressão da imprensa”. Além disso, a magistrada também alegou que, na decisão, não verificou no conteúdo divulgado por Pamella “qualquer conduta que ultrapasse o direito de expressão”.

“A falta de veracidade ou eventuais excessos veiculados em matérias de internet deverão ser apurados posteriormente, sendo incompatível com o regime de plantão judiciário, pelo que deixo de acolher os pedidos formulados em tutela de urgência”, diz um trecho da decisão.

Agressões de DJ Ivis

DJ Ivis, foi flagrado agredindo sua ex-mulher na frente da filha e de outro homem. De acordo com as informações, o vídeo teria sido gravado em março, mas a vítima, Pamella Holanda, compartilhou os vídeos apenas no domingo (11).

Em nota, DJ Ivis se pronunciou sobre a agressão, mas, não comentou sobre os vídeos. “Infelizmente não temos vivido uma relação saudável há algum tempo e já faz uma semana que estamos separados de fato”, disse o artista, que ainda relatou que está tentando resolver as desavenças que tinha com a ex-mulher.

“Temos uma filha que não precisa viver no meio de conflitos. Desde a separação, semanalmente, envio um valor para as despesas, já deixei pago pediatra e vacinas da nossa filha”, comentou DJ Ivis. “Eu não vou ter raiva do que as pessoas estão falando de mim, porque eu não posso. As pessoas estão reagindo do que estão vendo, mas estão comentando as coisas que não sabem”, disse DJ Ivis.

Contrato rompido

Ainda na noite de domingo (11), após a repercussão do vídeo, a Vybbe, escritório comandado por Xand Avião e que gerencia a carreira do DJ Ivis, divulgou nota afirmando que desligou o artista de “todos os compromissos” após a divulgação dos vídeos.

“Diante dos últimos acontecimentos, queremos deixar claro que a Vybbe repudia todo e qualquer tipo de agressão. Assim como vocês, também fomos surpreendidos com os vídeos postados nas redes sociais. Diante disso, informamos que o DJ Ivis foi imediatamente afastado de todos os compromissos”, revelou a nota da Vybbe.

Leia também: Ariadna aponta transfobia em vídeo de influenciador: “Só aprendem quando tomam processo”

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.