Dispositivo discreto de realidade virtual está sendo desenvolvido por Mark Zuckerberg

Para isso, ele está usando duas empresas de sua propriedade

0

Quando se pensa em realidade virtual, logo se imaginam aqueles grandes visores que ficam presos à cabeça por uma espécie de faixa e que, apesar de eficientes para simular uma realidade totalmente diversa, não são nada discretos.

É exatamente isso que Mark Zuckerberg quer mudar: ele está desenvolvendo um dispositivo de realidade virtual tão discreto que teria o formato de óculos de sol. Dessa maneira, eles não seriam pesados e dispensariam uma faixa de fixação, como acontece com os aparelhos atuais desse tipo.

As duas empresas de Zuckerberg que estão envolvidas no projeto são a Oculus e a sua rede social mais famosa, o Facebook. Provavelmente, quando esse produto de realidade virtual estiver pronto para ser comercializado, ele levará o nome “Facebook”.

De acordo com as informações sobre o protótipo, ele gera realidade virtual em uma cor única, até o momento; mas a rede social assegura que isso não corresponde à versão final do produto, que permitirá ao usuário ver diversas cores no cenário que estiver sendo projetado.

Uma observação feita por muitos é que o visual de óculos de sol é mesmo muito funcional e muito discreto, além de leve. Porém, ele ainda tem um aspecto bem grosseiro: possivelmente, a ideia da rede social tenha sido apenas mostrar o protótipo e ainda realizará algumas alterações para que o visual fique um pouco mais delicado.

Realidade virtual faz a diferença em jogos

Um dos setores que mais podem explorar a realidade virtual são os jogos, permitindo que os seus usuários estejam realmente dentro do game e tenham uma experiência bem mais intensa do que quando jogam usando um console comum.

Todavia, sempre há espaço para que outras indústrias também se utilizem da tecnologia que o Facebook quer por à disposição de todos.

Lançamento do dispositivo de realidade virtual não tem data

Não existe perspectiva de quando Zuckerberg lançará seu dispositivo de realidade virtual (devido à necessidade de melhorias, como oferecimento de mais cores) e nem quanto os óculos custariam.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.