Dia Mundial da Saúde: OMS alerta para importância da data

A data é celebrada desde 1950 pela organização abordando temáticas diferentes

0
Banco de Imagens: Unsplash

Nesta quarta, 7 abril, é celebrado o “Dia Mundial da Saúde”, iniciativa da Organização Mundial da Saúde (OMS) para alertar temáticas importantes, que vem sendo difundida desde o ano de 1950.

A edição de 2021 conta com o tema “Construindo um Mundo Mais Justo e Saudável”, que em meio à situação pandêmica, a qual todo o planeta vive, acaba contribuindo para uma perspectiva de dias melhores, além de enfatizar os impactos sociais causados pela doença.

Aproveitando a data, diversas instituições e profissionais da saúde vêm realizando ações em todo país, seja em forma de protesto, como também em alerta às necessidades do setor durante este período complicado.

Ações no Dia da Saúde

Sindicatos e movimentos populares organizaram diversas manifestações, onde a importância do Sistema Único de Saúde (SUS), vacinação de todos os cidadãos em proteção à Covid-19, inclusive, a postura do presidente Jair Bolsonaro diante da situação de mortes no Brasil estão sendo destacadas. Também estão sendo feitas ações simbólicas nas redes sociais.

Dia da Saúde tem que ter: Saúde!

Além das manifestações em prol da saúde, vários médicos e profissionais da saúde vêm alertando sobre dicas e cuidados primordiais com a saúde em tempos de pandemia.

As medidas protetivas vêm sendo destacadas nos sites institucionais e redes sociais, tais como, uso de máscara, assepsia das mãos com álcool gel e isolamento social.

Outras preocupações para reforçar o sistema imunológico, inclusive, a recuperação pós-covid também estão sendo divulgadas. Veja algumas delas:

Alimentação estratégica

Banco de Imagens: Unsplash

A Pandemia junto à chegada do outono preocupa ainda mais as pessoas em relação aos problemas respiratórios. Com o tempo seco e umidade do ar mais baixa, as incidências de gripes e resfriados acabam sendo maiores. Um grande risco para a contaminação e agravamento da Covid, já que o sistema imune fica mais fragilizado.

Diante disto, recorrer a uma alimentação estratégica para evitar tais problemas respiratórios é o melhor caminho!

Os alimentos que reforçam o sistema imune, evitando gripes e resfriados são: frutas em geral, vegetais, iogurte natural, alho, linhaça, oleaginosas e salmão, portanto, investir em uma dieta variada e com produtos naturais ajuda a garantir mais imunidade e logo, mais saúde.

Consumir frutas do outono (sazonais) é a estratégia nutricional para aumentar imunidade

Prática de atividades físicas

Banco de Imagens: Unsplash

Além da alimentação estratégica, é preciso integrar mais movimento ao dia a dia.

Apesar de a maioria das academias e clubes esportivos se encontrarem fechados ou com acesso limitado, saiba que existem inúmeras práticas que podem ser realizadas na segurança e conforto de casa.

Para isso, basta contar com o auxílio da tecnologia, por meios de plataformas de exercícios virtuais, que inclusive, garantem toda a orientação de um profissional.

Também é possível praticar algumas atividades ao ar livre, sem aglomerações, como uma caminhada, corrida ou pedalada de bike.

Para quem já se infectou com a Covid-19, vale a pena seguir as orientações médicas em relação à prática de atividade físicas, visto que muitos pacientes acabaram tendo os pulmões muito afetados, prejudicando assim, a realização dos exercícios.

Leia Também:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.