Deputada vai à polícia registrar ameaça de morte diz que tentam silenciá-la

A deputada recebeu ameaças de morte pelas redes sociais na última semana

0

Depois de receber ameaças de morte pelas redes sociais na última semana, a deputada estadual do Rio de Janeiro, Renata Souza (Psol), registrou, na manhã desta terça-feira (22), um boletim de ocorrência na Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática (DRCI).

Leia também: Crivella é preso em operação no Rio de Janeiro

De acordo com ela, foram ameaças que atentam contra a sua vida e isso é muito grave. “Eu sou presidente da Comissão de Direitos Humanos, que trabalha com vários temas graves de violações. Não podemos subestimar qualquer tipo de ameaça”, explicou.

A deputada recebeu ameaças de morte pelas redes sociais na última semana. (Foto: reprodução)
A deputada recebeu ameaças de morte pelas redes sociais na última semana. (Foto: reprodução)

Segundo Renata, a ameaça sofrida chega a citar Marielle Franco, assassinada em 2018. “A gente já perdeu uma parlamentar importante no Rio. É preciso que as autoridades possam investigar e que tragam uma resposta contundente em relação a esses criminosos” revelou ela à imprensa.

Deputada fala em tentativa de calar sua voz 

Segundo Renata, o objetivo da ameaça é calar sua voz na Assembleia Legislativa. De acordo com ela, na mensagem, falam que já aconteceu com a Marielle e vai acontecer com outra pessoa.

“O teor traz uma questão de ‘falar demais’. Estou sendo ameaçada e cerceada. Minha atribuição enquanto legisladora está sendo ameaçada. Isso é uma ameaça à democracia”, contou.

Agora, ela quer que a Polícia Civil abra uma investigação para descobrir quem está enviando as mensagens pelo Facebook. “Espero que eles me deem resposta. Afinal de contas, existe um trabalho contundente à frente da comissão. Nenhum tipo de ameaça deve ser subestimada”, completou.

 De acordo com uma assessora da deputada, a pessoa que ameaçou a parlamentar afirmou que, se ela falasse de mais, perderia a língua e completou dizendo, na mesma publicação, que Marielle Franco morreu por isso. Por fim, a deputada revelou que está analisando a possibilidade de ter a sua segurança reforçada.

Avalie o Artigo:
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.