Declaração de Bolsonaro sobre aumento do Bolsa Família causa “ruído” no ministério da Economia

O presidente Jair Bolsonaro afirmou que o valor médio do Bolsa Família deverá subir para 300 reais a partir de dezembro

0

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou na terça-feira (15) que o valor médio do Bolsa Família deverá subir para 300 reais a partir de dezembro. Segundo o chefe do Executivo, em entrevista à emissora “SIC TV”, a equipe econômica, liderada pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, já praticamente bateu o martelo sobre o novo valor. Todavia, a pasta alega que a declaração causou um “ruído” de comunicação.

Abono Salarial 2020-2021: Caixa encerra pagamento no final deste mês; saiba os detalhe

“No tocante ao Bolsa Família, tivemos uma inflação durante a pandemia nos produtos da cesta básica em torno de 14% –teve item que subiu até 50%, sabemos disso daí– e no tocante ao Bolsa Família, a ideia é dar um aumento de 50% a partir de dezembro, para sair de, em média R$ 190 para R$ 300 reais. É isso que está praticamente acertado aqui”, disse o presidente.

Nesta quarta-feira (16), agência de notícias “Reuters” afirmou que a declaração do presidente causou um “ruído” de comunicação. Isso porque, de acordo com uma fonte importante do Ministério da Economia, por mais que parecesse, a declaração de Bolsonaro não foi um anúncio e sim uma sinalização do que o governo pretende fazer.

Além disso, essa fonte garantiu que qualquer aumento do benefício respeitará o teto de gastos. “Não vai furar o teto, isso é dado. Vamos ver o melhor que dá para ser feito. O programa está em construção”, disse o integrante do Ministro da Economia.

Bolsonaro fala sobre o auxílio 

Durante a entrevista à “SIC TV”, Bolsonaro também falou sobre o auxílio emergencial, que foi novamente prorrogado, assim como publicou o Brasil123. Na ocasião, o chefe do Executivo lembrou que, por se tratar de uma situação de emergência gerada pela pandemia de Covid-19, os gastos com o benefício ficam fora do teto de gastos.

“Na situação de emergência que vivemos, no tocante ao auxílio emergencial, você pode gastar um pouco mais sem se enquadrar no teto”, disse ele, que completou relatando que: “já está definido mais duas ou três parcelas, só está faltando esse finalmente aí, de auxílio emergencial de média de 250 reais”.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.